Turismo soma forças à Aliança por Brumadinho (MG)

BRUMADINHO VIVE

Em visita à cidade, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, anunciou medidas para incentivar a retomada da atividade econômica local

Por André Martins, enviado especial

Ministros Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Osmar Terra (Cidadania) comemoram iniciativas em prol da recuperação socioeconômica de Brumadinho (MG). Foto: Roberto Castro/MTur

O projeto de implantação de um trem turístico entre Belo Horizonte e a cidade de Brumadinho terá prioridade na análise de um empréstimo de R$ 10 milhões por meio do Prodetur + Turismo. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (14) pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que, juntamente com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e representantes do governo de Minas Gerais, assinou em Brumadinho termos de compromisso pela adoção de medidas para estimular a recuperação socioeconômica do município após o rompimento de uma barragem da Vale.

Na ocasião, Marcelo Álvaro entregou o Selo + Turismo, que atesta a viabilidade da iniciativa, à empresa SEMO, uma das responsáveis pela estruturação da linha férrea. A proposta inclui a criação de uma estação no Museu de Inhotim, um dos principais atrativos da região. O ministro apontou o empreendimento como uma das saídas para reverter dificuldades. “O momento é de consternação, mas também de esperança por um futuro melhor aqui. Que a gente consiga viabilizar esse importante projeto, que terá 52 quilômetros de extensão e duas mil pessoas transportadas todos os dias. O objetivo é darmos esperança de que a economia de Brumadinho vai se recuperar”, frisou.

Álvaro Antônio lembrou que o MTur disponibiliza empréstimos em condições especiais, por meio do Fungetur, para ajudar empresários a retomar atividades na região. “Para que empreendedores de hotéis, bares e restaurantes tenham um fôlego extra para sobreviver até a plena retomada da economia de Brumadinho”, afirmou o ministro, que também sugeriu esforços no sentido de se viabilizar a construção do aeroporto regional de Betim, na Grande BH. “O aeroporto seria essencial para diversificar não só a economia de Brumadinho, mas de toda a região metropolitana de BH”, justificou.

Brumadinho é uma das cidades contempladas pelo Investe Turismo, programa do MTur em parceria com o Sebrae que vai estruturar e promover um total de 30 roteiros estratégicos de todo o país, incentivando novos negócios e investimentos. A Pasta também analisa a viabilidade de um projeto do Instituto Sebastião, voltado à implantação de uma rede de sete estações de ônibus elétricos, integrada ao novo trem, com vistas à promoção do desenvolvimento de Brumadinho e Nova Lima. O circuito, batizado de Estações de Lótus, levaria visitantes aos principais atrativos da região, como Inhotim, Macacos e Jardim Canadá, em Nova Lima.

Desde 2003, o MTur repassou cerca de R$ 516 milhões para 1.842 obras em todo o estado de Minas Gerais. A Pasta, por meio do PAC Turismo, investiu na sinalização de cidades históricas do estado, a exemplo de Ouro Preto, Mariana, Congonhas, Diamantina, Serro, Sabará e São João del Rey, totalizando recursos da ordem de R$ 3,8 milhões.

ALIANÇA POR BRUMADINHO – Além do turismo, o trabalho conjunto inclui ações nas áreas de desenvolvimento social, educação, saúde, cultura, esporte, infraestrutura, meio ambiente e segurança pública. A agenda em Brumadinho marcou a inauguração da Estação Cidadania, criada pelo Ministério da Cidadania para promover programas culturais, práticas esportivas e de lazer, bem como formação e qualificação profissional, serviços socioassistenciais e políticas de prevenção à violência.

O ministro Osmar Terra destacou a contribuição do turismo à superação de desafios na região. “Eu acredito que a solução para Brumadinho passa necessariamente pelo turismo, que é a atividade econômica que pode substituir de forma mais eficiente a mineração”, sustentou. Já o prefeito de Brumadinho, Avimar Barcelos, comemorou a avanços quanto à construção do trem que ligará BH à cidade. “O ministro Marcelo Álvaro tem sido um grande parceiro da cidade, trabalhando para trazer esse trem. Isso vai fomentar muito o turismo e ajudar na recuperação da nossa cidade”, comentou.

As iniciativas apresentadas nesta sexta-feira (14) resultam do trabalho de um Comitê de Crise implantado pelo governo federal logo após o rompimento da barragem. As ações foram articuladas desde fevereiro pelos ministérios do Turismo, da Cidadania, do Desenvolvimento Regional e da Saúde junto ao governo mineiro e ao município de Brumadinho.

Edição: Vanessa Sampaio

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários