Turismo inicia Plano Estratégico da Rota das Emoções

VISITA TÉCNICA

Iniciativa, que busca reforçar o desenvolvimento do setor, envolverá ações em áreas como infraestrutura, meio ambiente, segurança e conectividade

Por Victor Alves 

 

Mandacaru, vilarejo em Barreirinhas (MA). Crédito: Biaman Prado/MTur 

A partir desta quarta-feira (11), o município de Barreirinhas (MA) receberá um grupo de profissionais do Ministério do Turismo para identificar as potencialidades dos destinos que compõem a Rota das Emoções. Ao final da visita, vai ser elaborado um plano estratégico de desenvolvimento, que englobará ações de infraestrutura, meio ambiente, segurança, conectividade, promoção turística e eventos, além de fortalecimento institucional. O trabalho vai ser acompanhado por gestores públicos, privados e a comunidade de municípios do roteiro.

Em agenda internacional, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ressaltou que a iniciativa busca reforçar o aproveitamento das vocações regionais. “Já começamos uma nova era no turismo brasileiro. Vamos visitar cada local, conhecer a realidade e as adversidades destas regiões, para que, junto com os governos municipais e estaduais e os empresários do setor, possamos desenvolver o potencial turístico das principais regiões do país, como a Rota das Emoções”, adiantou.

A Rota engloba 14 cidades do Maranhão, Piauí e Ceará, além de áreas de proteção ambiental, como o Parque Nacional de Jericoacoara, no litoral oeste cearense; o Delta do Parnaíba, entre Piauí e Maranhão, e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Com uma mistura de cultura, belezas naturais e história, o roteiro encanta turistas que percorrem a região, uma das mais famosas do país.

O litoral do percurso é próprio para surf, windsurfe e kitesurf, entre outros esportes náuticos praticados ao sabor dos ventos, inclusive em lagoas. O cenário de sol e praia integra a natureza à deliciosa culinária regional. O turista ainda viaja pela fascinante cultura nordestina e pelo artesanato diferenciado dos três estados. São peças de fibras vegetais (buriti, tucun, taboa, coco, carnaúba e sisal), madeira, cerâmica, renda de bilros, bordados, couro, sementes e búzios.

Edição: André Martins 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários