Praias para surfar e viajar pelo Brasil

DESTINOS

Além de abrigar o topo da elite mundial do surf, o Brasil está entre os destinos que exibem cenários paradisíacos para quem viaja em busca de boas ondas e diversão

 

Por Geraldo Gurgel

Praia de Garopaba. Crédito: Renato Soares

A realização em Saquarema (RJ) da 5ª entre as 11 etapas do campeonato mundial de surf 2019, no próximo mês de junho, reforça a importância do Brasil no cenário internacional do esporte. Afinal, alguns dos maiores nomes do esporte são brasileiros, caso do bicampeão mundial Gabriel Medina e Adriano de Souza, o mineirinho. São cerca de 8 mil quilômetros de litoral com praias que atendem os anseios tanto de iniciantes como de veteranos do surf. O litoral potiguar, por exemplo, é um celeiro de surfistas, principalmente na badalada Pipa e na vizinha Baia Formosa com suas exuberantes falésias e a visita de muitos golfinhos.

Se a subida das marés faz a alegria dos que se aventuram no mar em praias de fundos de areia, pedras ou recifes de corais, fora das ondas a costa brasileira exibe paisagens para todas as tribos que amam o surf. Fernando de Noronha (PE) é o destino dos sonhos dos surfistas de nível avançado e dos turistas que buscam praias paradisíacas. O santuário brasileiro de vida marinha e mergulho é considerado Patrimônio Natural Mundial da Unesco. Ainda em Pernambuco, Maracaípe, na região metropolitana do Recife, é outro destino que associa o surf com passeios inesquecíveis de jangada e mergulho nas piscinas naturais da vizinha Porto de Galinhas.

Mata de São João (BA) já é famosa entre os surfistas pela Praia do Forte e suas ondas com fundo de coral. Nas areias da praia, os projetos Tamar e Baleia Jubarte merecem uma visita. Também ao norte de Salvador, Itacimirim, na Estrada do Coco, movimenta o verão com suas grandes ondas. Na capital, entre um acarajé e uma visita ao casario colorido do Pelourinho, a praia de Aleluia com ondas fortes também devem entrar na lista de surf trip do Brasil. Ao sul da Bahia, Itacaré, na Costa do Cacau, é outro paraíso do surf com paisagens que atraem até quem nunca se aventurou numa prancha.

No Sudeste, Linhares (ES) é famosa tanto pelas mais de 60 lagoas como pelas grandes ondas da praia de Regência. Na cidade do Rio de Janeiro, a Prainha, no Recreio dos Bandeirantes é a mais disputada entre os surfistas e Saquarema, na Região dos Lagos, sediará a etapa Brasil do mundial de surf entre os dias 20 e 28 de junho. As ondas fortes do mar agitado da Praia do Tombo, no Guarujá (SP) são ideais para quem surfa no litoral norte paulista que conta com dezenas de praias, a partir de Santos, considerada o berço nacional do surf. São Sebastião, Maresias, Ubatuba e Itamambuca estão entre as mais frequentadas pelos surfistas.

Florianópolis (SC) tem a praia da Joaquina como um ícone do surf brasileiro. Já o sandboard é a opção de surfar nas dunas de areia que circundam a praia. As praias Mole e do Campeche também estão entre as favoritas da ilha. Na lista catarinense dos destinos de surf, Garopaba e Ferrugem são famosas pelas grandes ondas e longas noitadas. Em Imbituba, ainda em Santa Catarina, as praias do Rosa e Guarda do Embaú são points dos surfistas. As baleias-franca costumam visitar a região. Já Torres (RS) tem a Praia dos Molhes como o destino dos surfistas mais ao sul do Brasil. No local os turistas também podem avistar lobos e leões-marinhos.

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários