Atividades proporcionam educação ambiental para visitantes, promovem conservação e geram emprego e renda para os moradores da região

Em Porto de Pedras (AL), o trabalho da Associação Peixe-Boi, que realiza atividades e serviços envolvendo a comunidade na proteção do animal e no atendimento a visitantes, colocou o distrito de Tatuamunha no mapa do turismo alagoano e da proteção da espécie ameaçada de extinção.

O roteiro ecológico faz parte das opções de passeios turísticos da Costa dos Corais, Área de Proteção Ambiental, que vai de Maceió (AL) até Tamandaré (PE), e envolve 13 municípios. São 135 quilômetros de costa rica em capim agulha, alimento do peixe-boi no ambiente marinho preservado.

A comunidade recebe em média 70 visitantes por dia. Durante o passeio de jangada no rio Tatuamunha, o turista acompanha a interação entre os peixes-boi marinho, sua reprodução, alimentação e descanso. O mamífero aquático mais ameaçado de extinção – existem somente 500 na costa brasileira  podem viver até 50 anos e chegam a medir 4 metros e pesar até 600 quilos.

O passeio de contemplação inclui, ainda, a beleza e riqueza da biodiversidade do mangue, considerado o berçário do oceano. O caranguejo Uçá e o Goiamum estão entre as iguarias retiradas do mangue pelos ribeirinhos. A visita de observação ao peixe-boi também beneficia outras atividades como a produção artesanal e o trabalho de pescadores, condutores e remadores.

Assim como em Porto de Pedras, o turismo no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha tem entre os destaques do roteiro ecológico a observação de golfinhos rotadores. O arquipélago tem a maior concentração da espécie no mundo. É a região onde os mamíferos aquáticos em vida livre estão mais acessíveis para a população, por meio do turismo. Em 2016, o parque recebeu 91 mil visitantes.

Tamar

O projeto que revolucionou a luta pela preservação das tartarugas marinhas e as belezas naturais fez da praia do Forte, em Mata de São João (BA), um dos principais destinos turísticos do Brasil. O museu do Tamar recebe 600 mil turistas por ano. Além da conservação e pesquisa, o projeto promove a educação ambiental nos ecossistemas marinho e costeiro e o desenvolvimento sustentável comunitário.

O exemplo da praia do Forte se repete em 25 bases de nove estados ao longo de 1,1 mil quilômetros de costa. A observação nos períodos da desova e do nascimento dos filhotes faz parte do roteiro turístico. A visitação se repete nas unidades com potencial turístico. O litoral de Sergipe possui a maior concentração de ninhos de tartaruga no País. Já a base de Florianópolis encerrou 2016 com mais de um milhão de visitantes.

Baleia Jubarte

O turista também encontra na praia do Forte um espaço informativo e interativo sobre a baleia Jubarte (o outro fica em Caravelas, no sul do estado). A costa da Bahia, principalmente o arquipélago de Abrolhos, na divisa com o Espírito Santo, é o maior berçário da espécie. A observação das baleias de perto, pelos turistas, ocorre no período de reprodução, de julho a agosto, e no extremo sul do estado até novembro.

Comportamentos típicos, como a “espiadinha” na superfície e as brincadeiras com as nadadeiras encantam os turistas que se aventuraram em 187 cruzeiros realizados em 2016 para encontrar as ilustres visitantes de 16 metros e 40 toneladas em alto mar. A costa do Brasil chega a receber a visita de 9 mil animais por ano.

A “avistagem” é uma ferramenta eficiente de conservação das baleias, agregando valor econômico à sua proteção. Entre as vantagens do turismo de observação estão impacto ambiental mínimo; caráter educativo; geração de emprego e renda para ambientes remotos e de pouca atividade comercial; incentivo ao setor hoteleiro; contribuição para pesquisa científica e sensibilização da população para o desenvolvimento sustentável.

Outros destinos de observação das baleias jubarte são: Itacaré, Morro de São Paulo e Porto Seguro, todos na Bahia.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/F2WFYv1qQ0I/turismo-de-observacao-garante-preservacao-ambiental.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Indústria hoteleira é responsável por 350 mil empregos formais e 1,5 milhão de ocupações indiretas em todo o Brasil

Websérie do Ministério do Turismo (MTur) mostra o impacto positivo do turismo na economia do País. Neste episódio, Florianópolis foi a cidade escolhida para ilustrar a importância do setor e de sua capacidade para ajudar o Brasil a enfrentar os desafios da economia.

Somente a temporada de verão deverá motivar a realização de 73 milhões de viagens por todo o País com movimentação estimada de R$ 100 bilhões.

Florianópolis será  um dos destinos mais visitados do País ao fim da temporada de verão 2017 por oferecer natureza exuberante, 42 praias, gastronomia variada e opções de lazer. A expectativa do MTur é que a capital catarinense receba mais de 2 milhões de visitantes no período, movimentando a economia e um dos principais motores do turismo local: a hotelaria.

A indústria hoteleira é responsável por 350 mil empregos formais e 1,5 milhão de ocupações indiretas em todo o Brasil. Além dos empregos, o segmento gera possibilidades de negócios para vários outros segmentos da economia.

Em Florianópolis, por exemplo, ganham o Fernando Marcondes, dono de hotel, o Petherson Ribeiro, funcionário temporário que será efetivado, a Bianca Pedroso, fornecedora de pescados, o Carlos Faria, que vende passeios de quadriciclo e a Aziza Noguchi, turista que se beneficia dessa ampla oferta de serviços.

Esses personagens fazem parte da história de um grande empreendimento do litoral norte de Florianópolis (SC). Mas poderia fazer parte também da realidade de tantos outros hotéis do Brasil. Se o turismo gera oportunidades para outras cadeias produtivas, a temporada de verão representa impulso nos negócios.

O Júlio Cesar, da empresa que fornece hortifruti há 15 anos para o hotel catarinense, aumenta de 20% a 30% a cota de entregas nesse período, assim como a Bianca Pedroso, amplia a produção de pescados na mesma proporção. Já o empresário Zauri Jr. compra mais produtos, dentro e fora de Santa Catarina, para dar conta da decoração das festas que se multiplicam entre dezembro e fevereiro.

As oportunidades de emprego e de ascensão na carreira fazem parte dessa movimentação. O catarinense Leonardo Santos chegou ao cargo de terceiro cozinheiro no citado hotel, melhorou o salário e pretende ir mais longe. O Petherson Ribeiro, do setor de transportes, iniciou como temporário, justamente para atender à demanda do verão, e agora foi convidado a ficar e ganhar mais.

Verão

O Ministério do Turismo (MTur) está produzindo o especial “Websérie de Verão: o primeiro episódio – gastronomia  já está disponível no YouTube. Os demais serão divulgados nas próximas semanas nas redes sociais, para mostrar como o setor se movimenta na alta temporada.

Fonte: Ministério do Turismo (MTur)

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/tGQscmlGxYo/webserie-mostra-impacto-positivo-da-hotelaria-na-economia-do-pais.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Medidas anunciadas vão facilitar a fiscalização do parque estadual e ajudarão na preservação do ecossistema local

O parque estadual do Jalapão, em Tocantins, um dos principais destinos turísticos da Região Norte do País, tem novas regras para visitação, elaboradas para preservar o ecossistema local.

Entre as mudanças estão a proibição do uso de drones para filmagens e fotografias nas dunas, delimitação das áreas de nado e proibição da entrada de animais domésticos. As novas regras foram anunciadas pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e pretendem facilitar a fiscalização.

As lagoas próximas das dunas estão entre os locais cujo banho está proibido. A abertura de novas trilhas não será mais permitida. Sobre a entrada de animais domésticos, apenas cães guias usados para orientação de pessoas deficientes visuais serão autorizados.

O uso de bebidas alcoólicas e substâncias ilícitas nas dunas fazem parte da lista de proibições anunciadas pelo o órgão estadual de defesa do meio ambiente. As regras reforçam, ainda, proibições como alimentar e maltratar os animais silvestres, bem como retirar material da natureza e acender fogueiras dentro do parque.

Ensaios fotográficos de casamento e aniversários de 15 anos, por exemplo, continuam permitidos desde que previamente informados e autorizados. Não há restrições para fotos pessoais, exceto para fins comerciais.

A condução de turistas ao local só poderá ser feita por empresas cadastradas pelo Ministério do Turismo. As regras dão mais segurança ao turista, que terá assistência de empresas regularizadas operando no Jalapão. O conjunto de medidas aumenta a visão e a credibilidade das operadoras, contribuindo para o desenvolvimento do turismo sustentável da área de conservação.

De acordo com o Naturatins, 11 empresas operadoras de turismo do estado são cadastradas para operar no Jalapão, mas o número de agências que trabalham na informalidade é bem maior.

Roteiro

Parque Estadual do Jalapão é uma área remota do leste do Tocantins de beleza exuberante e muitos atrativos naturais. Entre os destaques para visitação turística estão o fervedouro, a cachoeira da velha e as dunas.

O acesso aos locais é difícil, e as visitas são feitas por agências especializadas no roteiro de ecoturismo e turismo de aventura. Os pacotes variam de acordo com os atrativos a serem visitados e o número de dias.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/fYWnMl_W4bk/parque-do-jalapao-tem-novas-regras-para-turismo.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Ação contará com três vídeos, divulgados pelas redes sociais, para incentivar denúncias de casos de abusos de crianças e adolescentes

O Ministério do Turismo (MTur) lançou, nesta terça-feira (14), a campanha “Proteger, Respeitar e Garantir – Todos Juntos pelos direitos das crianças e adolescentes”. A iniciativa quer incentivar denúncias contra qualquer caso de abuso ou exploração de crianças e adolescentes, por meio do Disque 100.

A campanha, feita em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, contará com três vídeos que serão divulgados nas redes sociais. O Ministério do Turismo também articula junto às empresas áreas a possibilidade de elas veicularem as peças nas TVs de bordo.

“Não podemos permitir que o turismo, uma atividade econômica que gera milhões de empregos, seja usado como plataforma para criminosos explorarem as nossas crianças e adolescentes. Quanto mais pessoas conseguirmos envolver nessa rede de proteção, melhor”, destacou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Apesar do lançamento ser focado no carnaval, as peças serão produzidas de maneira que possam ser reproduzidas ao longo de todo o ano.

“Ela pretende promover uma mudança cultural no País, a partir do esclarecimento do conceito ‘violação de direitos da criança e do adolescente’ e o Ministério do Turismo é um importante parceiro que protagoniza novamente a defesa dos direitos da criança e do adolescente”, destacou a secretária Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Claudia Vidigal.

Denúncias

Em 2016, foram registrados 77.290 relatos de violação dos direitos das crianças e adolescentes. O número é 3% menor em relação ao registro do ano anterior. O período entre 5 e 24 de fevereiro de 2016, temporada de carnaval, foi responsável por 17,4% de todas as denúncias do ano. Os dados são da Ouvidoria da Secretaria.

Após serem examinadas, as denúncias recebidas são encaminhadas para as autoridades competentes. O Disque 100 funciona 24 horas todos os dias da semana. O anonimato é garantido.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MTur

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/KvQMgIddp-0/turismo-lanca-campanha-contra-exploracao-sexual.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Iniciativa do Ministério do Turismo tem o objetivo de promover e estruturar destinos que fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro

O Ministério do Turismo lançou, nesta quarta-feira (15), uma chamada pública para receber propostas para obras de infraestrutura para regiões turísticas. O órgão vai destinar R$ 5,4 milhões para a ação. As inscrições começam no dia 2 e terminam no dia 31 de março.

De acordo com o edital, cada Unidade da Federação (UF) poderá cadastrar até três propostas, mas apenas uma será aprovada.

As propostas deverão contemplar, exclusivamente, regiões turísticas que fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro, sendo disponibilizados no mínimo R$ 100 mil e no máximo R$ 200 mil para cada um dos projetos aprovados e habilitados pela comissão julgadora.

A iniciativa visa identificar projetos que antecedem às obras de infraestrutura turística e que fazem parte dos Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS).

“Será possível obter projetos de engenharia para pronta licitação, medida que possibilitará a celebração dos contratos sem cláusula suspensiva e uma redução de até 18 meses para o início das obras”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O cadastro deve ser feito no Portal de Convênios do Governo Federal (Siconv), seguindo os prazos estipulados pelo edital de chamada pública.

Orçamento

Os contratos de repasse serão celebrados de acordo com a disponibilidade orçamentária-financeira e a viabilidade técnica dos projetos, com operacionalização feita pela Caixa Econômica Federal.

O prazo de execução do projeto não poderá superar 18 meses. Caso alguma UF não consiga habilitar nenhuma proposta, outra unidade poderá ser atendida em mais de um projeto.

Para recebimento de cada uma das parcelas do repasse, o estado precisa comprovar o cumprimento da contrapartida pactuada, atender às exigências para contratação e pagamento seguindo, o que determina a Portaria Interministerial nº 424, de 2016, e estar em situação regular de acordo com a execução do Plano de Trabalho.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/mxF115M9oh8/estados-poderao-enviar-propostas-para-obras-em-regioes-turisticas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Objetivo é reduzir impactos da visitação, além de prevenir práticas irregulares na área. Parque recebe mais de 600 mil visitas por ano

Para receber turistas durante o feriado de Carnaval, o Parque Nacional da Serra da Bocaina, localizado entre os estados do Rio de Janeiro e São Paulo, preparou ações especiais para reduzir os impactos da visitação na área do parque. 

As ações ocorrerão na região da Vila de Trindade, em Paraty (RJ), entre os dias 24 de fevereiro e 1º de março. O objetivo é reduzir os impactos da visitação, conservar a área do parque e prevenir práticas irregulares na área. 

A novidade para o carnaval de 2017 será o levantamento do número de pessoas que entram no parque a cada dia, por meio do registro de todo visitante no momento do seu primeiro acesso do dia.

Para isso, será mobilizada uma equipe composta por mais de 20 pessoas, entre servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), monitores e voluntários escolhidos e capacitados pela unidade de conservação especificamente para essas ações.

As atividades serão coordenadas pelo ICMBio, que administra a unidade de conservação, e contarão com o apoio da Econsenso, SOS Mata Atlântica, Parque Estadual da Serra do Mar e associações de moradores e de barqueiros locais (Amot e Abat).

Serra da Bocaina

A unidade de conservação da Serra da Bocaina protege mais de 100 mil hectares de Mata Atlântica, abrangendo áreas de seis municípios dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.

O parque possui centenas de atrativos naturais, que vão desde trilhas, mirantes e cachoeiras, chegando até o mar, o que faz a unidade figurar entre as mais frequentadas do País, com mais de 600 mil visitas por ano.

Saiba mais

Se for visitar o Parque Nacional da Serra da Bocaina, fique atento às normas:

  • Para evitar a compactação do solo, o impedimento da regeneração, incêndios e ameaças à fauna silvestre, nesta área não são permitidos: entrada de veículos, churrasco ou produção de fogo, assim como a entrada de animais domésticos.
  • Para reduzir o lixo nos atrativos mais sensíveis, também não é permitida a entrada de isopores/coolers nas trilhas para as cachoeiras e para a piscina natural.

Confira mais informações sobre o parque.

Fonte: Portal Brasil, com informações do ICMBio

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/eiDmZnG_oa0/serra-da-bocaina-tera-monitoramento-durante-feriado-de-carnaval.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Itinerário de turismo jesuítico começa em Assunção, capital do Paraguai, passando pela Argentina e também pelas Cataratas do Iguaçu, no Paraná

Maior operadora de turismo religioso do mundo e ligada diretamente ao Vaticano, a Opera Romana Pellegrinaggi (ORP) incluiu em seu catálogo um roteiro de turismo jesuítico que passa por Brasil, Paraguai e Argentina.

O anúncio convida os viajantes para desfrutar de “fé, cultura e história em um cenário natural único no mundo”, de acordo com informações da Secretaria Nacional de Turismo do Paraguai. 

Segundo o material proposto pela operadora do Vaticano, o itinerário começa em Assunção, capital do Paraguai, passando por pontos como a sede real do governo, museus, igrejas e demais pontos de trabalho de artesão locais.

Chegando na Argentina, por meio da cidade de Posadas, o roteiro inclui visita nas ruínas das missões mais importantes no país, incluindo San Ignacio Mini, fundada pelo padre jesuíta San Roque González de Santa Cruz, no início do século XVII. No Brasil, o itinerário abrange as Cataratas do Iguaçu. 

O Setor de Promoção Comercial (Secom) da Embaixada do Brasil em Assunção informou ainda que irá apresentar para a Embaixada do Brasil no Vaticano a possibilidade de inserção da cidade de São Miguel das Missões e de outros destinos localizados no Rio Grande do Sul no catálogo do roteiro jesuítico. 

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz, esta é uma excelente oportunidade de negócios, “pela importância da operadora, do segmento e da divulgação em vários países, o que colocará o Brasil como vitrine do turismo religioso”. 

Missões

Em janeiro deste ano, Lummetrz e o ministro do Turismo, Marx Beltrão, reuniram-se com o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, para propor a promoção conjunta do “Roteiro das missões jesuíticas”. Os visitantes poderão conhecer ruínas e saber um pouco mais da história dessas instalações foram erguidas por padres jesuítas espanhóis há mais de 400 anos no Sul do País e nos vizinhos Argentina, Uruguai e Paraguai.

Pela proposta, além das visitas às ruínas, podem ser organizadas caminhadas e passeios ciclísticos num raio de 600 km, no estilo do conhecido Caminho de Santiago, na Espanha. 

Ainda durante o encontro, as autoridades se comprometeram a divulgar a proposta durante as feiras de turismo internacional e lançar oficialmente o roteiro em setembro de 2017. 

Sobre a Opera Romana Pellegrinaggi 

A operadora foi criada em 1934 pelo Vaticano, com o objetivo de levar peregrinos em viagens religiosas aos principais destinos religiosos católicos e santuários do mundo.

Sediada em Roma, na Itália, é uma empresa subordinada ao Vicariato de Roma, um dos braços da Santa Sé, e especializada no que chama de “itinerários espirituais”, com roteiros com três focos principais: bíblico (origens da fé católica), mariano (destinos relacionados à vida de Maria e principais santuários marianos) e religioso.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Embratur

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/XmEbAGr38RU/operadora-do-vaticano-inclui-brasil-em-roteiro-religioso.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Números do Banco Central revelam aumento de 2,17% em comparação ao mesmo período de 2016

Os turistas estrangeiros gastaram, em janeiro, US$ 664 milhões no Brasil. O valor representa um aumento de 2,17% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 650 milhões). Os dados são do Banco Central. 

“Acredito que o turismo tem um enorme potencial para ajudar o País no momento de recuperação econômica por ser um grande gerador de emprego e renda. Por isso, estamos trabalhando de maneira intensa na melhoria da infraestrutura turística e qualificação profissional, com vista a atender cada vez melhor o turista estrangeiro e nacional”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Segundo o Banco Central, a despesa cambial em janeiro deste ano  gastos dos brasileiros no exterior  teve um aumento de 87,89%, passando de US$ 840 milhões, em 2016, para US$ 1,578 bilhão.

Olimpíada

O ano dos Jogos Olímpicos teve impacto positivo na receita cambial do turismo. O acumulado em 2016, de cerca de US$ 6,024 bilhões, foi 3% maior em relação ao registrado de janeiro a dezembro de 2015, US$ 5,8 bilhões.

Em agosto, mês de realização da Olimpíada, os gastos dos estrangeiros nos destinos nacionais somaram R$ 602 milhões, o que representou um aumento de 38% no comparativo com o ano anterior. Foi o maior percentual de crescimento alcançado pela receita cambial do turismo em 2016.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo 

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/vNQ789FtoAc/gasto-de-estrangeiros-no-brasil-foi-de-us-664-milhoes-em-janeiro.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Ministro do Turismo, Marx Beltrão, visitou capitais que vão receber turistas no carnaval para verificar andamento das reformas

Para avaliar o andamento das obras de acessibilidade em Salvador (BA) e Recife (PE), o ministro do Turismo, Marx Beltrão, visitou, nesta sexta-feira (17), os projetos nas cidades. A ideia é que as obras sejam aceleradas nesses municípios.

“Temos de estar próximos dos estados e municípios para entender a demanda, acelerar os investimentos e otimizar os nossos recursos”, afirmou o ministro. Em Salvador, Beltrão acompanhou a divulgação de toda a operação montada para o carnaval, momento em que são esperadas 770 mil turistas na capital baiana, fez uma visita técnica em pontos turísticos como o mercado municipal, a Casa de Jorge Amado, a Igreja do Bonfim e o Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, que recebe 100 mil visitantes por ano.

“A visita de Marx Beltrão foi uma oportunidade de mostrarmos para ele a potência que Salvador é para o turismo religioso e quanta renda e emprego podem ser geradas para o nosso povo a partir da renda e do incremento desse segmento em nossa cidade”, afirmou o padre Manuel de Oliveira Filho, coordenador nacional da Pastoral do Turismo Religioso.

Até o momento, o Ministério do Turismo já destinou R$ 258,6 milhões para obras de infraestrutura turística de 731 contratos na Bahia. Desse total, 306 já foram concluídos, 145 estão em execução, 190 paralisados e 90 ainda não foram iniciados. “São investimentos importantes para melhorar a vida dos moradores e a experiência turística dos visitantes”, afirmou Beltrão.

Em Pernambuco, o MTur investiu R$ 314,7 milhões em 731 contratos de obras de infraestrutura, das quais 305 estão concluídas, 60 em execução, 100 paralisadas e 64 não iniciadas.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Minitério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/UO4D3sRxVFY/obras-de-acessibilidade-devem-ser-aceleradas-em-pe-e-ba.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, concentram 68,2% da receita gerada no período. Cariocas vão receber mais de 1 milhão de turistas

Quem gosta de Carnaval encontra boas opções de folia de Norte a Sul do País. Olinda (PE), Pirenópolis (GO), Porto Seguro (BA), Rio de Janeiro (RJ) e Ouro Preto (MG) são apenas alguns exemplos de destinos que recebem grande número de turistas nessa época do ano. Em cada região, o feriado tem características próprias.

Tanta diversidade provoca uma mobilização intensa — viagens, busca por hospedagem, alimentação, transporte e as próprias festas — que impulsiona a economia do País. Segundo estimativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as atividades turísticas devem movimentar, durante o Carnaval, cerca de R$ 5,8 bilhões.

Mais de 85% desse valor corresponde a três segmentos: alimentação, transporte e alojamento. O comércio em estabelecimentos como bares e restaurantes, por exemplo, deve ser responsável por movimentar R$ 3,31 bilhões.

“O setor de alimentação colabora com expressiva parcela dos gastos do consumidor em todas as épocas que envolvem grandes ocupações na área de turismo” explica o presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da CNC, Alexandre Sampaio.

O transporte rodoviário responde por R$ 977,9 milhões e hotéis, pousadas e outros estabelecimentos que oferecem hospedagem, por R$ 652,5 milhões. Os outros 15% são divididos em atividades artísticas, esportivas e de lazer; agências de viagens; transporte aéreo e outros.

O setor de locação de veículos espera, em todo o verão, aumento da demanda entre 10% e 20% e o Carnaval é responsável por boa parte desse índice.

Destaques regionais

Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, concentram 68,2% da receita gerada na época do Carnaval ― o Rio vai injetar na economia R$ 2,4 bilhões e São Paulo, R$ 1,5 bilhão, de acordo com a CNC.

Outros estados promissores para o faturamento do turismo são Minas Gerais (R$ 332,7 milhões), Bahia (R$308,7 milhões), Ceará (R$140,3 milhões) e Pernambuco (R$131,4 milhões).

Os cariocas vão abrir as portas para cerca de 1,1 milhão de turistas. De acordo com dados da Associação Brasileira de Agentes de Viagem (Abav), o Rio de Janeiro foi a cidade com mais pacotes de folia vendidos do País. A previsão é de que os visitantes aluguem 45 mil automóveis em locadoras de carros, metade da frota do Estado.

O governo federal e a prefeitura de São Paulo já investiram R$ 60 milhões em obras de infraestrutura turística, o que deve fortalecer a economia da cidade durante o Carnaval.

“A expectativa é que o Carnaval em São Paulo alcance um novo patamar de qualidade e apresente um espetáculo ainda mais surpreendente, atraindo cada vez mais turistas”, comentou o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz.

Em Minas Gerais, o comerciante está otimista. Mais de 59% dos estabelecimentos do comércio varejista esperam crescimento no volume de vendas em comparação com o ano passado. Para o segmento de bares e restaurantes, o percentual de empresas que projetam expansão do faturamento é ainda maior: 69%.

Em Salvador, capital baiana, a festa deve atrair 750 mil turistas e gerar entre 210 mil e 250 mil empregos, segundo a prefeitura. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes na Bahia (Abrasel-BA) estima que os estabelecimentos do ramo criem 18 mil vagas temporárias.

A Prefeitura deve, ainda, ceder 2,5 mil licenças para ambulantes com isopor e outras 500 para atividades diversas como food trucks, baianas de acarajé e barracas.

O segmento de hotelaria da cidade deve criar quatro mil vagas extras temporárias, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). O número segue a média de anos anteriores.

Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores Cordeiros, Fiscais, Pessoal de Apoio e Coordenadores das Entidades Carnavalescas do Estado da Bahia (Sindcorda), o carnaval será motivo de contratação de cerca de 25 mil profissionais de emprego, como seguranças e supervisores.

Tempo de festas e de negócios

Fonte: Portal Brasil, com informações da Embratur,  CNC,  Ministério do TurismoAssociação Brasileira de Agentes de Viagem,  Prefeitura de Salvador, Associação Brasileira da Indústria de Hoteis e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/j7JF6eFSaN0/turismo-deve-movimentar-r-5-8-bilhoes-durante-carnaval.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.