Segundo ministro Marx Beltrão, as ações envolvem conectividade aérea, promoção do turismo e política de facilitação de vistos

O governo vai anunciar medidas para incrementar o turismo no País na próxima terça-feira (11). O anúncio foi feito pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, nesta quarta-feira (5), durante o World Travel Market Latin America (WTM), que ocorre em São Paulo. 

O ministro adiantou que as ações estão ligadas às três premissas da Organização Mundial do Turismo: conectividade aérea, promoção do turismo e política de facilitação de vistos. Segundo Beltrão, o fluxo turístico atual é de 60 milhões de brasileiros e há capacidade para que mais 40 milhões entrem no mercado.

“O governo brasileiro tem investido na concessão de aeroportos. Já foram quatro este ano e outros serão feitos no segundo semestre. Vários regionais estão no orçamento da União para serem iniciados este ano. Com o fortalecimento da aviação civil e da infraestrutura de aeroportos nacionais, nós poderemos ter vários outros brasileiros viajando pelo País fortalecendo o turismo doméstico”, afirmou.

Beltrão informou ainda que o governo está trabalhando para trazer cada vez mais turistas estrangeiros para o País, mas não detalhou as medidas. “No ano passado tivemos aumento de 5% de turistas internacionais vindo para cá. Se compararmos com Londres, que foi a última Olimpíada antes do Rio de Janeiro, o aumento foi de 1%. Esperamos que este ano aumente mais.”

Beltrão disse ainda que o brasileiro deve olhar para o País de forma mais positiva procurando cada vez mais promover o que o Brasil tem de bom. “Nosso País tem muito o que mostrar, muitas belezas naturais, muitos destinos. Essa é que é a regra. Mostrar o que tem de bom”.

De acordo com o ministro, para mostrar os pontos positivos do turismo brasileiro, o governo está fazendo promoções por meio do Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur) e desenvolvendo um aplicativo para telefones móveis, que deve ser lançado em breve para divulgação no exterior.

“O aplicativo será lançado para ser divulgado em outros países, mostrando todo o nosso potencial turístico e mostrando que nosso país está preparado para receber cada vez mais turistas à altura de qualquer país do mundo”, disse.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Dos 6,6 milhões de visitantes de outros países registrados no ano passado, 3,7 milhões são dos nossos países vizinhos

Os sul-americanos foram os turistas estrangeiros que mais visitaram o Brasil em 2016. A conclusão é do Anuário Estatístico do Ministério do Turismo. Segundo o levantamento, divulgado nesta segunda-feira (3), dos 6,6 milhões de visitantes de outros países que vieram ao Brasil em 2016, 3,7 milhões saíram dos nossos países vizinhos.

De acordo com o levantamento, o volume de turistas internacionais registrado em 2016 foi recorde histórico e apresentou crescimento de 4,3% em relação a 2015. O resultado ocorreu no ano em que o Brasil sediou os jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. 

O continente sul-americano foi responsável por 56,7% desses turistas, seguido do europeu (24,4%) e do norte-americano (11,2%). Destaque para a Argentina, responsável pela emissão de 2,3 milhões desses viajantes, um crescimento de 10% em relação a 2015.

Turismo regional

Dos cinco países que mais enviaram turistas para o Brasil apenas um não integra o continente sul-americano: os Estados Unidos. O país enviou cerca de 570 mil turistas para o Brasil no ano passado, e ocupa o segundo lugar na lista, perdendo apenas para a Argentina.

A terceira colocação ficou com o Paraguai (316,7 mil), seguido do Chile (311,8 mil) e Uruguai (284,1 mil). O país europeu que mais contribuiu para a marca inédita de 6,6 milhões de estrangeiros foi a França, com 263,7 mil visitantes.

“Estamos investindo fortemente na melhoria da infraestrutura turística e qualificação profissional para recebermos cada vez melhor esses turistas. Nossa meta é colocar o Brasil em definitivo na prateleira dos grandes destinos mundiais e, para isso, devemos lançar em breve um conjunto de medidas para impulsionar a atividade no País”, avaliou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O meio de transporte mais utilizado, por quem vem ao Brasil, foi o avião (4,4 milhões). Outros dois milhões de turistas preferiram chegar ao País pelas estradas. Ainda segundo o anuário, a via de acesso fluvial foi utilizada por 95,9 mil visitantes estrangeiros, seguido do meio náutico, que transportou 40,4 mil pessoas.

Rio 2016 

Os meses de janeiro e fevereiro, no auge do verão brasileiro, foram os preferidos dos turistas, com 1,1 milhão e 810,5 mil dos visitantes respectivamente. Apesar disso, os meses de agosto e setembro, período em que foram realizados os jogos olímpicos e paralímpicos Rio 2016, apresentaram uma movimentação bem acima do ano anterior. 

Em agosto foram registradas as entradas de 542,9 mil estrangeiros, crescimento de 48% em relação ao ano anterior. Em setembro, o aumento foi de 74%, passando de 243,3 em 2015 para 422,2 em 2016. 

No período olímpico, o Ministério do Turismo testou a iniciativa de dispensa de visto entre 1º de junho a 18 de setembro. Dos 163.104 turistas dessas quatro nacionalidades, que entraram no País nesse período, 74,06% usaram a dispensa do visto e mais de 85% disseram que a manutenção da isenção de vistos facilitaria um retorno ao Brasil.

Estes estrangeiros deixaram US$167,7 milhões na economia nacional, aproximadamente 8,68 vezes a mais que o valor que o Brasil deixou de arrecadar em taxas consulares.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

País possui 19 monumentos no seu conjunto de fortificações, distribuídos por dez estados, construídos desde a época do Brasil Colonial

O governo federal deve lançar a candidatura do Conjunto de Fortes e Fortalezas do Brasil a Patrimônio Mundial pela Unesco. Gestores públicos dos ministérios do Turismo, da Cultura e da Defesa estão reunidos no Recife (PE) com autoridades internacionais para debater o tema no Seminário Internacional Fortificações Brasileiras.

Em quatro dias de discussões, técnicos das pastas envolvidas devem definir um modelo de gestão e debater a valorização turístico-cultural de 19 monumentos distribuídos por dez estados brasileiros, construídos desde e época do Brasil Colonial.

A proposta é que as autoridades assinem a Carta do Recife. O documento vai elencar diretrizes para o estabelecimento de parcerias público-privadas, a certificação de destinos patrimoniais e ainda acordos específicos voltados a cada fortificação.

Segundo levantamento da Organização Mundial do Turismo, dos 10 países mais visitados no planeta (França, Estados Unidos, Espanha, China, Itália, Turquia, Alemanha, Reino Unido, Rússia e México), nove estão entre as nações com o maior número de bens inscritos como Patrimônio Mundial. O Brasil ocupa a 11ª posição da lista.

“O setor privado passa a ser prioridade porque o governo elabora políticas públicas, fomenta investimentos e apoia a estruturação, a qualificação e a promoção de produtos turísticos, mas é a iniciativa privada que faz a gestão do serviço turístico. Os tempos atuais nos levam a buscar outro formato de atuação”, explicou o secretário nacional de Estruturação do Turismo, Neusvaldo Lima.

Lima acrescentou ainda que a atenção às fortificações abre espaço a investimentos privados no setor, além de reforçar a atração de visitantes e contribuir para a conservação das estruturas. 

O Conjunto de Fortificações integra a Lista Indicativa brasileira do Patrimônio Mundial da Unesco. O documento reúne bens culturais e sítios naturais que refletem a diversidade do território nacional e que contribuem para a compreensão do processo civilizatório da humanidade.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Entre os projetos estudados pela prefeitura da cidade estão a concessão de marinas, atualização da Carta Náutica e criação de trilhas

Em Florianópolis, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, participou, nesta quinta-feira (30), da assinatura do decreto que regulamenta o Programa de Parceria Público-Privada (PPP), para estimular a economia local.

Entre os projetos estudados pela prefeitura da capital catarinense estão a concessão de marinas e a proposta para a instalação da Marina Beira-Mar Norte, que representa um passo importante para explorar melhor o turismo náutico.

Durante o encontro, o ministro também discutiu com o prefeito da cidade, Gean Loureiro, sobre a atualização da Carta Náutica da cidade, que permitirá avaliar, por exemplo, o melhor lugar para o desembarque de um transatlântico.

“Entendo que o projeto de batimetria para a atualização da carta náutica é fundamental para que Florianópolis, que já é um importante destino turístico de sol e mar no Brasil, consiga avançar em outra frente, que é o turismo náutico. E para que isso aconteça, vamos viabilizar os recursos necessários”, afirmou o ministro Marx Beltrão.

Outra proposta defendida é a criação da Transmané, que reunirá trilhas e caminhos em Florianópolis para os amantes do ecoturismo.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Ação visa identificar e apoiar a elaboração de projetos executivos que antecedem as obras de infraestrutura na região do Mapa do Turismo

Termina nesta sexta-feira (31) o prazo para que estados e o Distrito Federal inscrevam propostas para o Apoio ao Ordenamento e Estruturação das Regiões Turísticas, dentro da Chamada Pública 001/2017. O Ministério do Turismo (MTur) destinará um recurso de R$ 5,4 milhões.

A ação visa a identificar e apoiar as necessidades para elaboração de projetos executivos que antecedem as obras de infraestrutura turística, além do apoio e elaboração de estudos e projetos que fazem parte dos Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS).

A chamada pública também permitirá o fortalecimento do modelo de gestão descentralizada do turismo para implantação da Política Nacional do Turismo.

“Os projetos possibilitarão a celebração dos contratos sem cláusula suspensiva e uma redução de até 18 meses para o início das obras, dando mais celeridade a todo o processo e garantindo que os destinos estejam mais preparados para receberem os turistas. Mas é fundamental que todos os estados e o Distrito Federal submetam suas propostas dentro do prazo estabelecido”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Propostas

De acordo com o edital, cada Unidade da Federação poderá cadastrar até três propostas, mas apenas uma será aprovada, que deverão contemplar exclusivamente as regiões turísticas que fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro, sendo disponibilizados no mínimo R$ 100 mil e no máximo R$ 200 mil para cada um dos projetos aprovados e habilitados pela comissão julgadora.

O cadastro deve ser feito no Portal de Convênios do Governo Federal (Siconv) seguindo os prazos estipulados pelo edital de chamada pública. Os contratos de repasse serão celebrados de acordo com a disponibilidade orçamentária-financeira e a viabilidade técnica dos projetos. O prazo de execução do projeto não poderá superar 18 meses.

Caso algum estado não consiga habilitar nenhuma proposta, outra unidade poderá ser atendida em mais de um projeto. Para recebimento de cada uma das parcelas do repasse é preciso comprovar o cumprimento da contrapartida pactuada, atender às exigências para contratação e pagamento seguindo o que determina a Portaria Interministerial nº 424, de 2016, e estar em situação regular de acordo com a execução do Plano de Trabalho.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Cidade foi fundada em 1549 por Tomé de Sousa, primeiro governador-geral do Brasil. Salvador também foi a primeira capital do País



Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Fundada em 1963, a cidade é uma das mais modernas capitais do País e também uma das mais verdes, com 16 parques urbanos

Os curitibanos comemoram, nesta quarta-feira (29), o aniversário de 324 anos da cidade com corridas de rua, passeios ciclísticos, apresentações culturais e muita diversão em um dos principais orgulhos dos habitantes da capital paranaense: os parques, que simbolizam o gosto da população pelo verde e pela a organização da cidade fundada em 1693.

Os “Campos de Curitiba”, que serviam de pouso para tropeiros entre o Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais, deram lugar a uma das mais modernas capitais brasileiras, mais tarde ocupada por imigrantes europeus.

A forma mais prática para o turista conhecer Curitiba é por meio do ônibus especial para circuito turístico. A linha especial percorre os principais atrativos da capital do Paraná. O circuito de 44 quilômetros é feito em 2 horas e meia. Os ônibus partem a cada meia hora da Praça Tiradentes, entre às 9h e 17h30, mas é possível iniciar o trajeto em qualquer um dos pontos de embarque.

O turista pode descer e reembarcar até 4 vezes durante o dia e escolher os atrativos que desejar visitar. Os ônibus têm sistema de som e informações sobre os atrativos em português, inglês e espanhol.

Conheça alguns dos principais atrativos da capital:

PRAÇA TIRADENTES  Marco zero da cidade, onde fica a Catedral de Nossa Senhora da Luz, em estilo gótico, restaurada durante o centenário em 1993.

RUA DAS FLORES  A principal rua comercial da cidade foi transformada no primeiro calçadão do País, em 1972.

JARDIM BOTÂNICO  Criado em 1991, seguindo o padrão dos jardins franceses, tem estufa em metal e vidro, museu botânico, mata nativa, trilhas e o espaço cultural Frans Krajcberg.

MUSEU OSCAR NIEMEYER – É o maior e mais moderno museu do Brasil, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. O local também é conhecido como “olho” pela aparência do prédio.

BOSQUE DO PAPA/MEMORIAL POLONÊS – O Memorial da Imigração Polonesa é composto por casas de tronco e bosque nativo e foi inaugurado em 1980, após a visita do Papa João Paulo II.

BOSQUE ALEMÃO – O local lembra as tradições dos alemães, primeiros imigrantes a se estabelecer em Curitiba. Destacam-se a trilha de João e Maria, os contos dos irmãos Grimm, a Casa Encantada, o Oratório Bach e a Torre dos Filósofos, com uma bela vista de Curitiba.

ÓPERA DE ARAME  Construído em estrutura tubular, o Teatro Ópera de Arame, de 1992, é um espaço mágico que se integra à natureza do local.

PEDREIRA PAULO LEMINSKI  É o palco de grandes acontecimentos culturais e artísticos de Curitiba e abrigo do Farol das Cidades, biblioteca informatizada conectada à Internet.

MEMORIAL UCRANIANO – Fica no Parque Tingui em homenagem ao centenário dos pioneiros da Ucrânia, comemorado em 1995. Uma réplica da Igreja de São Miguel, da Serra do Tigre, em Mallet, interior do Paraná, com telhas de pinho e cúpula de bronze e museu.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo 

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Investimentos no monumento baiano são de R$ 8,5 milhões e inclui instalação de um museu, anfiteatro, área para eventos e visitas guiadas

As obras de recuperação da Fortaleza do Morro de São Paulo, na Bahia, estão em fase final. Nesta etapa, o trabalho contempla a restauração do Portaló, do Corpo da Guarda, do Forte da Ponta e do caminho ao longo da muralha. A primeira parte das obras, emergencial e já pronta, foi a recuperação estrutural da muralha.

Está prevista, ainda, a instalação de um museu, anfiteatro, área para eventos e uma cafeteria. O projeto prevê visitas guiadas por jovens da comunidade, selecionados e preparados para trabalhar na recepção de turistas.

“Estamos alinhados com nossos parceiros neste trabalho de valorização de um equipamento de relevante interesse turístico, histórico, arqueológico e arquitetônico”, resumiu o secretário do Turismo da Bahia, José Alves.

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o local é um importante atrativo histórico cultural, localizado na zona turística Costa do Dendê, no sul baiano. 

Monumento histórico

Atualmente, a Secretaria do Turismo do Estado (Setur) detém a cessão de uso do equipamento militar e histórico, concedida pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU) ao governo da Bahia.

O monumento datado do século XVII requer um cuidadoso plano de uso. Isso inclui a instalação de uma exposição permanente com objetos encontrados durante o restauro: balas de canhões, artefatos arqueológicos e cinco canhões, que ajudam a contar a história do local.

O projeto de restauração e readequação prevê a integração do conjunto arquitetônico à dinâmica turística da região.
 

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Embratur lançou iniciativa para incentivar turismo envolvendo missões econômicas, exposições e eventos nos países vizinhos

O programa Mais América Latina foi reestruturado nesta segunda-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O objetivo é  impulsionar o turismo no Sul do País. O novo projeto envolve missões econômicas, exposições e eventos nos países vizinhos.

O anúncio do novo programa foi feito no painel em que foram debatidos os resultados da Pesquisa Turismo de Verão 2017 de Santa Catarina, realizada pelo Fecomércio-SC. O levantamento mostra uma queda de 14% no faturamento com relação a 2016. 

Os dados foram levantados com turistas e empresários de Florianópolis, Balneário Camboriú, Imbituba, Laguna e São Francisco do Sul, os cinco principais destinos catarinenses.

“Observamos uma mudança no perfil do turista, expresso na classe social preponderante e no gasto médio menor. A desvalorização do dólar em relação ao ano anterior pode ter impactado na queda no número de visitantes e no poder de compra dos países vizinhos, sobretudo da Argentina, Uruguai e Chile, tradicionalmente responsáveis por uma boa fatia do turismo catarinense”, apontou o presidente da Fecomércio-SC, Bruno Breithaupt.

O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, fez uma avaliação histórica sobre o setor turístico de Santa Catarina e constatou que “o turismo catarinense vive do que foi plantado no passado. Não é uma prioridade política, infelizmente, porque o governo, a classe política e a iniciativa privada precisam entender o efeito econômico do turismo, num estado que tem 500 quilômetros de Litoral, um potencial único no planeta”.

Lummertz revelou que os números nacionais são melhores: “enquanto em 2015 e 2016, tivemos 2.183 milhões de turistas estrangeiros, agora a expectativa é de crescimento de 11%, com 2.420 milhões. Com relação à chegada de turistas estrangeiros na Região Sul nessa última temporada, nossa expectativa continua a mesma, com 1,4 milhão de argentinos, 27% a mais do que o mesmo período do ano passado, quando o País recebeu 1,1 milhão de argentinos”.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Embratur

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Inscrições serão abertas para estudantes da rede pública de 18 estados; aulas serão presenciais e deverão começar em agosto

O Ministério do Turismo vai oferecer, pela primeira vez, 10 mil vagas de ensino técnico para estudantes de escolas públicas brasileiras. Os cursos, gratuitos, serão ofertados pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e vão atender ao mercado de viagens. As inscrições serão abertas em 172 municípios de 18 estados localizados em todas as regiões brasileiras.

“O jovem sairá do ensino médio com condições de concorrer a uma vaga no mercado de turismo. A medida também resolve um dos principais gargalos ao desenvolvimento do setor, que é a carência de pessoal qualificado”, avalia o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O MedioTec, modalidade do Pronatec pela qual as vagas são ofertadas, vai disponibilizar cursos de técnico em agenciamento de viagens, cozinha, eventos, guia de turismo, hospedagem, lazer, restaurante e bar.

Os estudantes devem, preferencialmente, cursar o 2º ano do ensino médio. O jovem terá aulas sobre processos de recepção, viagens, eventos, gastronomia, serviços de alimentação e bebidas e entretenimento.

“Daqui a três anos o País terá 10 mil técnicos de nível médio especializados em assuntos do turismo, formados em cursos com carga horária de 800 horas”, afirma a secretária Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezerra.

A definição da oferta levou em conta a demanda apresentada pelos estados e a capacidade de atendimento do programa. Um dos pré-requisitos para seleção dos municípios contemplados é que estes estejam enquadrados nas categorias A, B ou C do Mapa do Turismo Brasileiro.

As aulas devem começar em agosto de 2017. Os cursos são presenciais, em horários diferentes dos cursos regulares do ensino médio, e ministrados por entidades cadastradas pelo Ministério da Educação.

Confira abaixo a oferta por região, estado e município:

Região Centro-Oeste (2.140 vagas)

Região Sul terá (2.410 vagas)

Região Norte terá (1.505 vagas)

Região Sudeste (1.240 vagas)

Região Nordeste terá (2.705 vagas)

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil e do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.