O que fazer em Buenos Aires? – MaxMilhas

Buenos Aires é aquele destino internacional que cabe em orçamentos apertados e em dias contados. Por isso, vale a pena ficar de olho nos preços das passagens aéreas para a cidade e aproveitar a primeira oportunidade que surgir!

Também é interessante ter em mente o que fazer na capital argentina para não perder tempo quando chegar lá. Acompanhe o nosso post para descobrir o que não pode faltar no seu roteiro de viagem.

Afinal, o que fazer em Buenos Aires?

Explorar os arredores da Praça de Maio

A Praça de Maio pode ser considerada o coração pulsante de Buenos Aires. Prédios importantes estão ao redor dela, como a Casa Rosada, a Catedral Metropolitana e o Cabildo.

Seguindo pela Avenida de Maio, você encontrará o Café Tortoni, uma confeitaria que existe desde 1858. Lá, você pode tomar um café de tarde ou ver um show de tango à noite. É imperdível!

Dar um pulo em La Boca

La Boca é um dos bairros que nasceram com a chegada dos imigrantes italianos a Buenos Aires. Como o próprio nome já sugere, é o local onde foi fundado o Boca Juniors, um dos principais times de futebol da cidade.

Por isso, o principal programa de La Boca é a visita ao Estádio La Bombonera. Outro ponto turístico do bairro é o Caminito, uma rua cheia de casas revestidas com chapas coloridas que reúne lojas, bares e restaurantes.

Relaxar em Puerto Madero

Puerto Madero saiu do ostracismo ocasionado pela inutilização de um terminal de navios e virou uma das regiões mais caras de Buenos Aires. Atualmente, também é um dos grandes polos gastronômicos da capital argentina.

Antes do jantar, reserve um tempo para caminhar no calçadão às margens do Rio da Prata, observar de longe a Fragata Sarmiento e atravessar a Puente de la Mujer. É um passeio bem agradável!

Passear em Recoleta

O Recoleta é considerado um dos bairros mais importantes de Buenos Aires. Suas ruas arborizadas e seus edifícios antigos convidam a caminhadas que não têm hora certa para acabar.

Os principais destaques do Recoleta são o cemitério homônimo (sim!), o Museu Nacional de Belas Artes, a livraria El Ateneo Grand Spledind, a escultura Florais Generica e a feira que acontece nos finais de semana.

Conhecer o Rosedal de Palermo

Palermo é o maior bairro de Buenos Aires em termos de extensão territorial. Também é um dos destaques da cidade quando o assunto são as áreas verdes. O Rosedal é um bom exemplo disso!

São mais de 20 mil roseiras que formam um cenário espetacular para tirar fotos. Sem dúvidas, é um lugar que não pode faltar no roteiro de pessoas que viajam com a família ou com o cônjuge.

Ir ao Teatro Colón

O Teatro Colón pode ser considerado um verdadeiro símbolo de Buenos Aires. Portanto, não dispense a oportunidade de assistir a um espetáculo por lá ou fazer uma visita guiada. As duas alternativas compensam!

Do lado de fora da porta principal do teatro é possível avistar o famoso Obelisco. Trata-se de um monumento que foi construído para comemorar o quarto centenário da fundação de Buenos Aires.

Aventurar-se na Feira de San Telmo

A Buenos Aires que povoa os nossos imaginários é uma cortesia de San Telmo. O bairro é cheio de construções antigas que acabam por criar uma atmosfera charmosa e boêmia.

Aos domingos, a Rua Defensa abre espaço para a famosa Feira de San Telmo. Definitivamente, é uma boa oportunidade para quem gosta de comprar antiguidades para a casa ou para uso pessoal.

Agora você já sabe o que fazer quando finalmente viajar para Buenos Aires! Se gostou dessas dicas, acesse o site da MaxMilhas agora mesmo e compre as suas passagens aéreas com desconto.

Comentários

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários