Na França, MTur vai buscar investidores para projetos de hotelaria e infraestrutura turística

CAPTAÇÃO DE INVESTIMENTOS

Participação da Pasta no MIPIM, maior exposição internacional do mercado imobiliário, faz parte da estratégia de captação de investimentos estrangeiros para o turismo no Brasil

Por Geraldo Gurgel 

O Ministério do Turismo já está recebendo propostas de gestores públicos e privados de todo o Brasil com projetos que serão apresentados a investidores internacionais no MIPIM 2019 (Marché International des Professionnels de l’Immobilier, em francês), uma das maiores exposições mundiais do setor imobiliário. O megaevento será realizado de 12 a 15 de março, em Cannes, na França.

O MTur contará com um estande na exposição, onde realizará uma série de reuniões para promoção do Brasil como destino turístico e de investimentos. Além de pavilhões setoriais, o MIPIM oferece também um programa de palestras e conferências que envolve grandes tomadores de decisão e autoridades internacionais discutindo os principais temas e tendências do mercado imobiliário.

Neste ano, o Brasil vai ampliar a participação em dois dias do evento. No dia 13 de março, o MTur vai organizar uma sessão de conferência exclusiva para apresentação das estratégias de desenvolvimento do setor no Brasil e a discussão de outros temas pertinentes à atração de investimentos para o turismo. A palestra “Brazilian market: perspectives and opportunities” será realizada das 14h30 às 16h, no Salão Croisette, no Palais des Festivals. Já no dia 14 de março, o ministério vai oferecer o almoço oficial do MIPIM, exclusivo para investidores, empresários e demais profissionais do setor de turismo presentes.

“Nossa participação no MIPIM é parte de uma estratégia maior de promoção e apresentação das oportunidades de investimento no Brasil, aos principais investidores mundiais do setor imobiliário e de turismo. Daí a importância da nossa presença com projetos de grande impacto para a economia turística do Brasil”, reforça o secretário nacional de Estruturação do Turismo do MTur, Robson Napier.

O Ministério do Turismo participou de seis edições do evento desde 2008. Um exemplo da importância dessa participação para promoção de projetos do setor de turismo foi o anúncio de investimentos de US$ 1,5 bilhão da rede hoteleira Six Senses em um megaempreendimento no Rio Grande do Norte. O complexo de hotéis, resorts e unidades residenciais de luxo “Six Senses Formosa Bay”, em Baia Formosa, deve gerar 400 novas vagas de empregos diretos e 4 mil indiretos na região. Outro projeto em fase de captação de recursos é o da “Cidade Matarazzo”, em São Paulo. O empreendimento do Groupe Allard compreende hotel e residencial da cadeia americana de luxo Rosewood, com shopping, centro de artes e teatro, entre outros serviços.

A 30ª edição do MIPIM deverá reunir participação relevante de empresas, investidores e profissionais do setor. Anualmente, a programação atrai mais de 24 mil profissionais, envolvendo mais de 4 mil construtoras e incorporadoras e cerca de 5 mil investidores do mundo todo. A feira de negócios contempla 20 mil metros de pavilhão para exposição de projetos na área de hotelaria, turismo e desenvolvimento urbano nos diferentes segmentos: projetos de revitalização, resorts, mixed-used e hotelaria de luxo, entre outras modalidades.

Interessados em participar do MIPIM 2019 devem procurar a Coordenação de Apoio à Atração de Investimentos da Secretaria Nacional de Estruturação do Turismo do MTur. O contato é a coordenadora Beatriz Kobayashi Dourado (+55 61 2023-7667 e beatriz.dourado@turismo.gov.br).

MTur em participação na edição 2017 do evento. Foto: Divulgação/MTur

Edição: Vanessa Sampaio

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários