Lazer é o principal motivo da visita de estrangeiros ao Nordeste

DEMANDA INTERNACIONAL

Estudo do Ministério do Turismo aponta que a grande maioria dos viajantes internacionais procura a região para desfrutar de sol e praia

Por André Martins

Parrachos de Pirangi, em Natal (RN). Crédito: Ney Douglas (MTur Destinos)

A região mais ensolarada do Brasil teve a sua grande vocação turística como a maior razão da visita de estrangeiros no ano passado. Segundo o estudo da Demanda Turística Internacional no Brasil, encomendada pelo Ministério do Turismo à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), sol e praia foram as principais motivações da estada de viajantes a lazer no Nordeste, com índices que variam de 69,6% a 92,9%.

Entre os destinos campeões em procura, destaque para as cidades de Maceió e Maragogi, em Alagoas; Salvador e Mata de São João, na Bahia; Fortaleza e Jijoca de Jericoacoara, no Ceará; Ipojuca e Recife, em Pernambuco, e Natal e Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte. A percepção positiva dos estrangeiros também consagrou outro atributo típico da região: a gastronomia, aprovada com médias de 90,8% a 96,5%.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, considera que os números reforçam o potencial do Nordeste de atrair e encantar visitantes. “Trata-se de uma das regiões que mais seduz o estrangeiro, com a sua combinação de litoral, gastronomia e cultura, entre vários outros atrativos. O Nordeste, que ainda brilha com suas conhecidas festas juninas, reúne todas as condições de cativar cada vez mais a atenção desses visitantes”, ressalta.


Piscina natural em Maragogi (AL). Crédito: Marcio Ankoski (MTur Destinos)

A hospitalidade é outro traço da região que salta aos olhos dos estrangeiros. Segundo o estudo, a boa avaliação da receptividade local atingiu percentuais de 97,3% a 99,4% de aprovação. A Argentina foi o país que mais enviou visitantes ao Nordeste, seguida de Uruguai e Chile. A maioria dos visitantes se hospedou em hotéis, flats ou pousadas, com um índice superior a 53%.

Outro dado que chama a atenção no levantamento é a intenção de retorno ao Brasil manifestada por estrangeiros que percorreram a região. O estudo aponta um percentual acima de 95%, sendo que mais de mais de 72% deles já haviam estado no país anteriormente.

DADOS NACIONAIS

A pesquisa, realizada ao longo de 2018 com 39 mil turistas de outras nacionalidades, revelou que a experiência turística no Brasil superou ou atendeu plenamente a expectativa de 87,7% dos entrevistados, e 95,4% pretendem voltar ao país. No ano passado, o Brasil registrou 6.621.376 chegadas internacionais, um crescimento de 0,5% em relação a 2017 (6.588.770).

O número de visitantes provenientes das quatro nações então beneficiadas com a adoção do visto eletrônico – Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão – cresceu 15,73%. Os canadenses foram os que mais aproveitaram a vantagem, com um salto de 45,3%, seguidos dos australianos (24,7%), norte-americanos (13,3%) e japoneses (5,5%). Desde 17 de junho de 2019, cidadãos desses países estão isentos da exigência do documento.

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários