Investe Turismo desembarca em Alagoas para promover destinos da região

SEMINÁRIO ITINERANTE

Ao todo, 30 rotas de todo o país serão contempladas com investimento inicial de R$ 200 milhões

Por Victor Alves, enviado especial

14º Seminário Itinerante do Investe Turismo, em Maceió (AL). Foto: Roberto Castro/MTur 

Aprimorar os atrativos turísticos, qualificar os colaboradores do setor e realizar ações de promoção e marketing de seis destinos do estado de Alagoas. Esses são apenas alguns dos objetivos traçados pelo Programa Investe Turismo que chega nesta sexta-feira (09) a Maceió (AL). Além da capital, Maragogi, Barra de Santo Antônio, Japararinga, Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, que compreendem a rota “Maceió e Costa dos Corais”, receberão as iniciativas do programa desenvolvido pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Embratur e o Sebrae. Ao todo, 30 rotas de todo o país serão contempladas com investimento inicial de R$ 200 milhões.

No encerramento do seminário itinerante, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemorou os importantes avanços que o país já conquistou no setor em pouco mais de sete meses de gestão. “O turismo de negócios cresceu 14,7% e foram quase 5% a mais na geração de empregos no segundo trimestre. É com resultados como esses que tornaremos o turismo a principal mola propulsora para a geração de emprego e renda na economia brasileira”, complementou o ministro.

Ainda em seu discurso, Álvaro Antônio ressaltou a potencialidade do turismo em Alagoas para o desenvolvimento não só do estado, mas de todo o Brasil. “Maceió é uma capital que nos abraça como turista, com uma ótima hospitalidade, belas praias, entre outros quesitos. E o Investe Turismo vem para casar com isso e identificar ainda mais as oportunidades de investimentos”, finalizou.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e de Turismo de Alagoas, Rafael Brito, a participação do Ministério do Turismo foi essencial para a expansão que o setor vem tendo no estado. “Alagoas vive uma revolução no turismo. Temos a cada ano recebido mais turistas. Credito isso ao trabalho feito em parceira com o Ministério do Turismo, o estado, os municípios e o trade turístico”, afirmou Brito.

O diretor-superintendente do Sebrae-AL, Marcos Vieira, destacou a importância do lançamento do programa no estado. “É neste contexto que o projeto Investe Turismo se apresenta como uma oportunidade do setor se estruturar de forma mais arrojada, com um olhar no futuro. Os investimentos em infraestrutura são a garantia que o desenvolvimento do turismo de Alagoas se dará de forma sustentável”, concluiu.

Conhecida como o “Caribe brasileiro”, Maceió tem se tornado um dos destinos mais buscados pelos turistas no Brasil nos meses de junho e julho, de acordo com levantamento do Ministério do Turismo. A cidade, junto com Maragogi, foi o destino mais procurado pelos visitantes estrangeiros que vieram ao estado em 2018. A hospitalidade, o alojamento e a gastronomia foram os itens mais bem avaliados por eles, despertando em quase 90% a intenção de retornar a Alagoas.

AGENDA – Ainda em Maceió (AL), o ministro do Turismo foi conhecer o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) Móvel da cidade. O automóvel foi adquirido pela prefeitura local com recursos, na ordem de R$ 292 mil, do Ministério do Turismo. Trata-se de um Master Furgão adaptado com ar condicionado, gerador, cortina de ar, além de possuir equipamentos eletroeletrônicos e eletrodomésticos, como smartphone, óculos de realidade virtual, TVs, notebook, mesa e cadeiras para atendimento interno e externo, além de totem com tablet.

“É um projeto muito interessante para a área do turismo. Ele dá todo o conforto para que o turista viva Maceió e possa ter toda a assistência necessária para voltarem mais vezes ao destino alagoano”, disse o ministro, após conhecer de perto a iniciativa.

INVESTE TURISMO – O programa Investe Turismo propõe a união dos setores público e privado para preparar e promover o serviço turístico em todas as regiões do país. As rotas turísticas estratégicas são o agrupamento da oferta turística de um ou mais municípios, para fins de planejamento, gestão, atração de investimentos e promoção.

Dentre os critérios utilizados para seleção das rotas, estão a participação de municípios incluídos no Mapa Brasileiro do Turismo 2018 e classificados nas categorias A, B, C ou D; ter destinos já promovidos em âmbito nacional pelo Ministério do Turismo e pelo menos um consolidado no mercado internacional; ter patrimônios mundiais da humanidade, eleitos pela Unesco.

INVESTIMENTOS – Desde a sua criação, em 2003, o Ministério do Turismo tem destinado recursos para aprimorar a infraestrutura turística em Alagoas. A Pasta já destinou R$ 211,9 milhões para cerca de 350 projetos que contemplam desde a modernização do aeroporto Zumbi dos Palmares e pavimentação de estradas até a construção de pontes. Além disso, a região teve um projeto aprovado com o Selo +Turismo que soma R$ 3,8 milhões em investimentos que darão uma maior infraestrutura aos visitantes. Em todo o estado, 2.144 prestadores de serviços turísticos já se encontram regularizados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo. 

Edição: Cecília Melo 

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários