Feiras de Inverno começam nesta quarta com pinhão, quentão e artesanato

Começa nesta quarta-feira, (12/6), dia dos namorados, a Feira de Inverno das praças Osório e Santos Andrade. Nas duas feiras são mais de 70 barracas que oferecem produtos artesanais de inverno (cachecol, manta, touca, bolsa térmica, pijamas, chinelos e pantufas), juninos (roupas temáticas e espantalhos) e artesanatos temáticos de Curitiba e do Paraná.

A gastronomia é uma atração à parte, com opções artesanais (chocolates, biscoitos, pães e mel) e comidas típicas chilenas, belgas, mineiras, mexicanas, bolivianas, japonesas, italianas, polonesas, amazônicas, além de espetinhos, pastéis, derivados de milho, caldo de cana, água de coco in natura, sanduíches de carne, salgados, pinhão e quentão. 

Quem faz a feira

A artesã Gracie Bollmann faz toucas e golas de lã em tricô, além de coberturas para jarras e abraçadeiras para cortinas. Com a experiência de quem participa há nove anos da Feira de Inverno, ela começou a produção dos artigos para esta edição em novembro do ano passado. 

“Neste ano vou dividir a minha barraca com quatro outras artesãs, já estivemos juntas na FeiArte e vamos repetir o sucesso agora na Feira de Inverno, a gente vai se revezando, uma vende o produto da outra e não fica pesado pra ninguém”, disse.

Gracie adianta o valor dos produtos: os gorros variam de R$ 35 a R$39, as golas de R$ 35 a R$ 45, o cobre jarra custa R$ 25 e as abraçadeiras de contas de acrílico saem por R$ 58 o par. 

“No ano passado as vendas foram boas, mas a expectativa para esse ano é ainda melhor, quero que faça bastante frio para vender mais”, planeja a artesã Gracie Bollmann

Outra artesã que pretende superar as vendas do ano passado é a Vera Lúcia Gomes Demo, que faz roupas juninas. Na Feira de Inverno, Vera pode ser considerada uma iniciante já que está participando pela segunda vez. Mas a experiência como artesã vem de longa data. Há 18 anos ela participa da Feira do Largo da Ordem. 

Costureira há 30 anos, Vera vem se preparando para a Feira de Inverno desde o início do ano. Ela comprou os tecidos em janeiro e com isso economizou. “O preço dos tecidos subiu muito nesses primeiros meses do ano, alguns quase dobraram o valor, a compra antecipada vai impactar no meu lucro”, comemora.

Os vestidos juninos infantis são para meninas de 1 a 12 anos com preços de R$ 75 a R$ 180. Para os meninos ela faz coletes coloridos de R$ 25 a R$ 35. Também tem saias coloridas para as mães, com valores entre R$ 60 e R$ 80.

Serviço: Feiras de Inverno

Data: de quarta-feira (12/6) a 13 de julho

Local: Praças Osório e Santos Andrade

Horário: segunda a sábado, das 10h às 20h, e domingo, das 14h às 18h



Fonte: Prefeitura de Curitiba

Fonte oficial: Curitiba Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários