Curitiba oferece mais de 100 feiras com hortifrútis, artesanato e comidinhas

As feiras são uma tradição e um programa turístico imperdível em Curitiba. Quem visita a capital pode iniciar a manhã conferindo a riqueza de frutas e verduras nas feiras livres e orgânicas ou fechar o dia saboreando as comidinhas à venda nas feiras noturnas e gastronômicas. Além disso, peças autorais e vintage encantam quem visita as feiras de artesanato, artes plásticas e de antiguidade da cidade.

“Curitiba conta com mais de 100 feiras da Prefeitura que fazem parte do dia a dia da população e que também são programas charmosos para todos os turistas”, afirma Tatiana Turra, presidente do Instituto Municipal de Turismo. Ela observa que vários dos pontos estão localizados em cartões-postais da cidade e que também merecem ser explorados, como o Largo da Ordem, o Passeio Público e a Praça da Espanha.

 

LEIA MAIS:

 

A Prefeitura promove ainda quatro feiras especiais (Páscoa, Inverno, Primavera e Natal), durante o ano, que ocorrem nas praças Osório e Santos Andrade, no Centro. As feiras temáticas reúnem o melhor do artesanato produzido na cidade e estão localizadas em espaços públicos repletos de atrativos turísticos. “Quem vai à Praça Osório, por exemplo, está a poucos passos do calçadão da Rua XV de Novembro, a primeira via exclusivamente para pedestres do país; e de frente para a Santos Andrade estão os belos prédios da UFPR e do Teatro Guaíra”, lembra Tatiana.

 


 

“Feirinha” é tradição de domingo

Em Paris, é dia de Mercado de Clignancourt. Em Londres, de Portobello Road. Em Curitiba, o programa obrigatório nas manhãs de domingo é a tradicional Feira do Largo da Ordem. Verdadeira instituição da capital, o espaço da Prefeitura reúne o impressionante número de 1,3 mil expositores. São barraquinhas de peças de artesanato feitas de madeira, tecido, metais, cerâmica, além de pinturas e antiguidades. Música e teatro de rua também garantem o magnetismo da “feirinha”, como é carinhosamente chamada, bem como opções gastronômicas. Funciona das 9h às 14h. Além do ponto no Largo da Ordem, a Prefeitura promove outras 19 feiras de artesanato por toda a cidade (clique aqui e veja os dias, horários e locais).

 


 

Antiguidade no Batel e arte no Centro

Se você está visitando Curitiba e é apaixonado por garimpar peças de antiquários, restauradores e colecionadores não deixe de conhecer, aos sábados, a Feira de Antiguidades da Praça da Espanha, no Batel. O ponto reúne 11 barraquinhas de onze profissionais, que se espalham ao redor da fonte do espaço de 6,5 mil metros quadrados, dividido em dois níveis e repleto de bares e restaurantes nas ruas próximas. A Feira de Antiguidade funciona aos sábados, das 10h às 17h, e, no mesmo dia, também ocorre, das 9h às 13h, a Feira de Artes Plásticas da Avenida Luiz Xavier, junto ao Calçadão da Rua XV de Novembro, no Centro. O ponto reúne artistas expondo seus quadros, caricaturas, fotos e desenhos.

 


 

“Chefs” nas feiras gastronômicas e noturnas

Administradas pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), as Feiras Noturnas e Gastronômicas têm comidas típicas de diferentes partes do Brasil e mundo, como acarajé, bolinho de bacalhau, pierogi, empanadas chilenas, kassler alemão, crepes franceses, sushis. Durante a semana, ocorrem as feiras gastronômicas do Sítio Cercado (segundas, das 17h às 22h), do Tarumã/Cristo Rei (quintas, das 17h às 22h), do Capão Raso (sextas, das 17h às 22h), do Jardim Ambiental (sextas, das 17h às 22h) e do Batel (sábados, das 12h às 20h). Já as feiras noturnas, que também contam com bancas de hortifrutigranjeiros e ocorrem de terça a sexta, somam 13 pontos, como a do Batel (terças), de Santa Felicidade (terças), do Bacacheri (quartas), do Água Verde (quintas) e a disputadíssima da Praça Ucrânia, no Bigorrilho (sextas). A maioria delas funciona das 17h às 22h. Confira os horários e locais das feiras gastronômicas enoturnas.

 


 

Aromas e cores nas feiras livres e orgânicas

Barraquinhas repletas de frutas e verduras fresquinhas não faltam em Curitiba. Aos sábados, a Feira Livre do Alto da Glória é a mais concorrida, com 89 feirantes. Além disso, a Prefeitura oferece 37 outros pontos por toda a cidade com feirantes comercializando hortifrutigranjeiros convencionais. Para os aficionados por alimentos e até cosméticos sem agrotóxicos ou aditivos químicos, as feiras orgânicas são um programa imperdível. A maioria dos 14 pontos funciona durante a semana, pela manhã, com destaque para a Feira Orgânica do Passeio Público, que ocorre aos sábados, das 7h às 12h. Confira todos os locais e horários das feiras livres e orgânicas.



Fonte: Prefeitura de Curitiba

Fonte oficial: Curitiba Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários