Categoria: Notícias

Últimas notícias

Evento faz parte das comemorações do aniversário de oito anos da eleição do parque como uma das Novas 7 Maravilhas da Natureza

Por Ivana Sant’Anna, com informações da Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu

 

Cataratas Dy em 2018   Crédito: Nilton Rolin

 

Eleito uma das Novas 7 Maravilhas da Natureza, o Parque Nacional do Iguaçu comemora, neste domingo (10/11), o Cataratas Day. O evento é em comemoração ao aniversário de oito anos da eleição das Cataratas do Iguaçu como uma das Novas 7 Maravilhas da Natureza. A prefeitura de Foz do Iguaçu/PR espera receber 10 mil pessoas no parque para tirar a tradicional selfie com as Cataratas ao fundo. A entrada será gratuita.

O Parque Nacional recebeu em 2018, mais de 1,5 milhão de visitantes. Destes, brasileiros e argentinos dividem os dois primeiros lugares: 808.148 e 391.330, respectivamente. Até o começo deste mês, foram mais de 1,6 milhão de visitantes, um aumento de 6% em relação ao ano passado. Repetindo os dados de 2018, brasileiros e argentinos foram os que mais visitaram o Parque Nacional do Iguaçu: 844.555 (+4,5%) e 395.464 (+8%), respectivamente.

De acordo com o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, o objetivo é atrair mais visitantes para o Parque e mobilizar o Cataratas Day nas redes sociais. “Quem não puder ir pessoalmente fazer selfie nas Cataratas do Iguaçu, também poderá participar da ação compartilhando, nas redes sociais, fotos e vídeos da experiência de conhecer uma das Sete Maravilhas da Natureza, sempre copiando a hashtag #cataratasday2019”, afirmou.

Cataratas Day – A iniciativa, promovida nos lados brasileiro e argentino do parque, tem como objetivo fortalecer o turismo no Paraná, divulgando uma das principais belezas naturais do País. A prefeitura de Foz do Iguaçu colocou à disposição, de maneira gratuita, ônibus, estacionamento gratuito e acesso ao circuito ciclístico aos moradores da cidade e de localidades próximas.

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

ÓLEO NO NORDESTE

Visitação foi liberada pela direção do parque. Ecoturismo e turismo de aventura são principais motivos de procura de turistas

Por Ivana Sant’Anna

Arquipélago dos Abrolhos. Costas das Baleias. Crédito:Tatiana Azeviche/Setur (BA)

A partir desta sexta-feira (08/11), o Parque Nacional Marinho de Abrolhos, no sul da Bahia, volta a receber turistas. A visitação foi suspensa desde o último domingo (3), em decorrência do vazamento de óleo no Arquipélago. Segundo a direção do parque, o fechamento tinha o objetivo de minimizar ao máximo riscos à saúde dos visitantes.

O arquipélago de Abrolhos é diariamente monitorado por meio de rondas de navios da Marinha, drones e da atuação de mergulhadores autônomos, embarcações de pescadores voluntários, pesquisadores, ONGs, voluntários e da equipe do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O parque é um dos principais berços da biodiversidade marinha do Atlântico Sul. Inaugurado em 1983, é a primeira unidade de conservação marinha do país.

RECORDE DE VISITAÇÃO – O número de visitantes em unidades de conservação do País registraram recorde em 2018. Mais de 14 milhões de visitantes confirmaram o potencial brasileiro para o ecoturismo e para o turismo de aventura. Só no ano passado, a atividade gerou ao país cerca de 80 mil empregos diretos. Nos últimos anos, a procura de turistas estrangeiros por esses segmentos cresceu 27,3%. Cerca de 71% das visitas a unidades de conservação do Brasil foram realizadas em parques nacionais.

Em parceria com o Ministério do Meio Ambiente e a Embratur, o Ministério do Turismo trabalha para desenvolver o turismo ecológico associado à conservação da biodiversidade, além do apoio à promoção dos destinos, com inclusão social e geração de emprego e renda. O MTur  já possui mais de 30 áreas de conservação mapeadas com base em Índice de Atratividade Turística para ações de promoção e marketing e obras de sinalização turística, além de uma Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade.

MONITORAMENTO DAS MANCHAS – O estado da Bahia, do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Sergipe e Pernambuco estão com as praias limpas segundo dados do Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).  Até esta quinta (7), as localidades que ainda permanecem com vestígios de óleo, com ações de limpeza em andamento são Cumbuco, Barra do Cauípe, no Ceará; Maragogi, Japaratinga, Barra de São Miguel, Feliz Deserto e Piaçabuçu, em Alagoas.

Edição: Cecília Melo

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

INCORPORAÇÃO

Em entrevista concedida em Gramado (RS), Álvaro Antônio pediu tranquilidade aos artistas e destacou a necessidade de desenvolver a cultura regional

Por Victor Alves

Ministro participou da abertura do Meeting Festuris, em Gramado (RS). Crédito: Roberto Castro/MTur

Durante a abertura da 2ª edição do Meeting Festuris, em Gramado (RS), nesta quinta-feira (7), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, falou que sua primeira ação à frente da Secretaria Especial de Cultura será a realização de um diagnóstico da Pasta. Segundo ele, após tomar conhecimento do trabalho que já vem sendo realizado, será possível formular um novo planejamento estratégico para valorizar e incentivar as ações culturais de todo o país.

Após o fim do evento, Álvaro Antônio concedeu entrevista ao jornal O Tempo, de Minas Gerais, e pediu calma aos trabalhadores do setor. “Eu quero dar uma palavra de tranquilidade aos artistas do Brasil. Podem ficar tranquilos que a Cultura vai ser conduzida e desenvolvida com muita responsabilidade, visto que esse setor é muito importante para o Brasil”, comentou.

Ainda em sua fala, o ministro do Turismo ressaltou a necessidade de apoiar a cultura não só dos grandes centros. “A gente precisa incentivar e dar oportunidade aos nossos artistas regionais, valorizar as nossas culturas nos quatro cantos do Brasil e é para isso que a gente vai trabalhar”, finalizou.

Na última quinta-feira (7), um decreto presidencial transferiu a Secretaria Especial de Cultura para o Ministério do Turismo. A atual Pasta já vinha trabalhando com a secretaria de forma integrada em diversas pautas e atividades estratégicas. A cultura é um dos principais atrativos turísticos do país e é responsável por grande parte da movimentação de visitantes nacionais e internacionais. O Brasil representa o 9º país em atrativos culturais do mundo, segundo Índice de Competitividade Global do Fórum Econômico Mundial.

Edição: Cecília Melo

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Novo conceito de vinho chega e conquista espaço no Brasil.

/Por Carolina Almeida

O consumo (e o público) do vinho mudou nos últimos anos. A
pompa foi saindo de cena e a bebida vem sendo democratizada. Prova disso é o crescimento
de um nicho capaz de deixar qualquer enófilo conservador de cabelo em pé: o
vinho em lata. Febre nos EUA, foi introduzido pela Francis Ford Coppola Winery
em 2004, que lançou o espumante em lata Sofia Blanc de Blancs.

Focada no público jovem, é uma proposta que agrada a todos
os gostos e bolsos. Por aqui, a estreia foi feita pela Vivant Wines, com vinhos
finos e secos naturais (sem adição de CO2) em três versões: tinto, com cabernet
sauvignon e merlot; branco, com chardonnay; e rosé, com syrah e pinot noir.

Os blends foram selecionados pelo sommelier da equipe,
Felippe Siqueira (com patente da Le Cordon Bleu de Paris), em parceria com a
Vinícola Quinta Don Bonifácio, em Caxias do Sul (RS), para que a bebida se
adaptasse ao recipiente.

De acordo com os sócios brasileiros, a ideia não é
substituir as garrafas de vidro, mas introduzir o vinho em contextos informais,
dispensando taças e saca-rolhas. Onde? Em festas, na praia, na piscina… A ordem
é simplificar.


Fonte oficial: Sociedade da Mesa

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

/Por Lucas Vilela

O sucesso dos seriados nos últimos anos fez com que
determinadas bebidas virassem protagonistas nas mãos dos mais diversos personagens.
Pense em Don Draper, de Mad Men, e logo virá a imagem dele segurando um copo
com o drinque old fashioned. Na comédia Sex and the City, o queridinho das
quatro protagonistas que viviam em Nova York era o coquetel cor-de-rosa servido
em taça “Y”, o cosmopolitan.

É claro que o vinho também ganhou entusiastas na telinha – nas mãos de homens e mulheres, nas tramas que se passam desde a Idade Média até os tempos modernos. Aqui, algumas figuras que não fazem cerimônia na hora de brindar, mesmo quando estão sozinhas.

THE BIG BANG THEORY

Disponível em: Globoplay

Há controvérsias, mas o álcool não torna as pessoas mais
inteligentes. Por outro lado, pode ser um bom aliado na luta contra supernerds.
Penny Hofstadter é a prova disso. A loira de TBBT percebeu rapidamente que ser bonita
e engraçada não era o suficiente para lidar diariamente com Sheldon, Leonard e
sua turma. Ela encontrou no vinho o hobby perfeito para relaxar enquanto a
turma de geeks quebrava a cabeça com a teoria das cordas, o gato de
Schrödinger, as leis de Newton… Pela longevidade da série (foi encerrada na
11ª temporada), podemos afirmar que ela tomou uma sábia decisão.

› SCANDAL

Disponível em: Netflix

Olivia Pope é do tipo de mulher que não sabe o que é um dia tranquilo:
ex-diretora de comunicações da Casa Branca, é dona de uma poderosa agência de
gestão de crises e vive um intenso relacionamento cheio de idas e vindas com o
presidente dos EUA.

Esse ritmo maluco, na maioria dos episódios, só é curado com
um bom “Duvillet de 1994” (um vinho caríssimo e fictício), que a moça harmoniza
com uma tigela de pipoca. Curiosidade sobre a taça favorita dela: a Camille 23
Oz.Red Wine, de bojo largo, existe de fato e é uma febre entre os fãs da trama.
Feita de cristal eslovaco, é vendida com exclusividade pelo site crateandbarrel.com.
Custa 13,95 dólares cada e, com um valor extra de frete, o fabricante entrega
no Brasil.

HANNIBAL

Disponível em: Netflix

O malévolo e igualmente charmoso Hannibal Lecter,
interpretado por Anthony Hopkins no filme O Silêncio dos Inocentes, confessou
para a agente do FBI Clarice Starling ter adorado uma refeição com o fígado de
um homem, algumas favas e um bom chianti. O paladar do personagem não mudou em
nada na série para a TV. Hannibal manteve seu prazer culinário sempre regado
por uma boa safra do vinho tinto e pratos “deliciosos” – contendo sempre alguma
parte do corpo humano.

› GAME OF THRONES

Disponível em: HBO GO

No departamento da bebida, a família Lannister é a mais célebre.
O membro mais curto do clã, Tyrion, desde o primeiro episódio nunca esteve
longe de uma garrafa. A irmã dele, Cersei, é outra que ficou mais sedenta por
um bom tinto temporada após temporada. Pudera: uma das regalias de ser rainha
dos Sete Reinos de Westeros era ter sempre uma criada disponível para
reabastecer seu cálice.

› THE GOOD WIFE

Disponível em: Netflix e Amazon Prime

Um hábito que Alicia Florrick não abandonou depois de trocar
a vida de dona de casa para se tornar uma das advogadas mais temidas de Chicago
foi o de tomar uma taça de vinho, à noite, no conforto da sala de estar. Ela
claramente não tinha medo de encher o copo para aliviar o estresse diário, mas
sempre deixou claro: “Não preciso de vinho, eu gosto de vinho”. Para registro,
ela também tinha uma queda por tequila.


› NAS TELONAS

Em 007, James Bond não rejeita um martíni. Para comemorar a derrota
do vilão, o champanhe é indispensável.


Fonte oficial: Sociedade da Mesa

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Sob o comando dos empresários Sandra Portes Leão e Amadeu Muinos, o empreendimento une boa música, ambiente aconchegante e cardápio com influências mediterrâneas criado pelo chef Alexandre Vorpagel (ex-Adega Santiago).

Para começar, vá com uma porção de alheiras, o embutido português recheado de pão, alho, especiarias, carne de aves e porco (R$ 34), ou de croquete de chouriço (R$ 38, seis unidades).Na seção de principais, o caldoso arroz de pato – feito de chouriço, favas, pato desfiado e batata-palha – dá até para compartilhar, dependendo da fome (R$ 64). Já o polvo a lagareiro vem com um generoso tentáculo do molusco e batatas ao murro (R$ 96). Para finalizar, não dispense a coppetta de frutas vermelhas, com creme pâtisserie com coulis e praliné de castanhas (R$ 24).

E, se sua garrafa de vinho chegar ao fim antes da refeição,
o espaço serve boas opções em taça (a partir de R$ 18) e rótulos das melhores
vinícolas do mundo a preço de importadora.

› Rua Ministro Ferreira Alves, 54. São Paulo | SP

› (11) 2305-3471 | De ter. a sáb., das 12h às 15h e das 19h às 23h30. Domingos, das 12h às 17h

vinotecapaulistana.com.br

› CONHEÇA O PROGRAMA SACA-ROLHA

Com o Programa Restaurante Saca-Rolha, os associados da Sociedade da Mesa podem levar seus vinhos* preferidos aos restaurantes parceiros e não pagam pela taxa de rolha – basta se identificar com a carteirinha virtual. São mais de 100 estabelecimentos conveniados em todo o Brasil. Veja a lista completa em nosso site.

*Limite de duas garrafas por grupo.


Fonte oficial: Sociedade da Mesa

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Últimas notícias

Posicionamento sobre a incorporação da Secretaria Especial da Cultura ao Ministério do Turismo

Turismo e Cultura possuem pautas sinérgicas e atividades naturalmente integradas. A cultura é um dos principais atrativos turísticos do país e é responsável por grande parte da movimentação de visitantes nacionais e internacionais. O Brasil representa o 9º país em atrativos culturais do mundo, segundo Índice de Competitividade Global do Fórum Econômico Mundial.

O Ministério do Turismo já possui projetos conjuntos com o Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial da Cultura e órgãos ligados à pasta, como o acordo de cooperação para a criação da Rede Brasileira de Cidades Criativas, o programa Revive e a gestão compartilhada de patrimônios culturais e naturais.

A união de esforços resultou ainda nos títulos recentemente conquistados pelo Brasil na Rede Mundial de Cidades Criativas da UNESCO, com a escolha de Belo Horizonte, na Gastronomia, e Fortaleza, no Design. O Turismo e a Cultura também trabalharam juntos nas candidaturas de cidades brasileiras para títulos de patrimônios da UNESCO, como foi o caso de Ilha Grande e Paraty, no Rio de Janeiro; o Bumba Meu Boi, no Maranhão; e os parques Cânions do Sul, entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e o de Seridó, no Rio Grande do Norte.

O trabalho do Ministério do Turismo vem alcançando importantes resultados no fortalecimento da economia nacional, sobretudo com a geração de emprego e renda para os brasileiros. Alguns exemplos:

A alta na geração de emprego e renda alcançada mês a mês pelo setor ao país. Mais de 25 mil novos postos de trabalhos gerados pelo turismo no mês de julho, segundo dados da CNC. O crescimento de 3,2% das atividades turísticas no Brasil de janeiro a julho deste ano — índice maior que a média alcançada por outros setores da economia. O aumento de 43,4% nos gastos de turistas no país, após a isenção de vistos para países estratégicos, o melhor resultado dos últimos 16 anos, com exceção do período da Copa do Mundo 2014. Mais empresas aéreas de baixo custo operando voos para o país. Mais destinos regionais atendidos.

O segmento da cultura envolve ao menos 68 setores da economia, e é transversal como o do Turismo, que impacta em 53 setores. A fusão, portanto, fortalece as ações de cada área, com maior integração e ganho de eficiência – como preconiza o governo do presidente Jair Bolsonaro – impulsionando o desenvolvimento econômico e social, ampliando o acesso à cultura e ao turismo, beneficiando a população brasileira.


Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Últimas notícias

Os 30 anos da entidade foram celebrados com recorde de inscrições. Próxima edição será na Serra Catarinense

Kiara Mila Goulart

 

Premiados, jurados e lideranças da Braztoa  Crédito:Éric Ribeiro/M&E

 

A charmosa cidade de Canela (RS) foi palco da oitava edição do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, evento organizado pela Assosciação Brasileira de Operadoras de Turismo (Braztoa). A entidade, que comemora 30 anos de existência neste ano, pôde festejar um recorde de inscrições – 180 iniciativas cadastradas no Prêmio, 38 a mais que em 2018.

“O Brasil tem diversas atividades e segmentos que não são reconhecidos. O Prêmio destaca quem faz a diferença e instiga outros atores do setor a olharem isso como algo importante e transformador”, afirmou o secretário de Integração Interistitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos, que representou o MTur no evento.

A tradicional solenidade contou com a presença dos finalistas, convidados do setor do turismo, empresários, empreendedores, gestores, imprensa e banca de jurados que selecionaram destaques nos quesitos inovação, ecoeficiência, desenvolvimento local, igualdade de gênero, redução de resíduos, dentre outras que corroboram a adesão aos objetivos do desenvolvimento sustentável.

Dezenove finalistas disputaram o primeiro lugar nas categorias associados Baztoa; academia (Menção Honrosa); agências de viagem; meios de hospedagem e resorts; mídia e parceiros do Turismo. Mas o grande momento da noite ficou a cargo das iniciativas Gastronomia Periférica e Vivalá que ganharam posições de maior destaque.

“O prêmio é uma oportunidade de construirmos um novo olhar sobre a periferia que é tão massacrada e temos um projeto de transformação social, de tecnologia social que transforma a vida das pessoas. Esse reconhecimento é, de fato, muito importante”, comemorou Liana Rangel, relações institucionais do Gastronomia Periférica- negócio social que provoca transformações na sociedade por meio dos alimentos.

Além das premiações, a iniciativa ainda levou para casa, um vídeo institucional produzido pelo Ministério do Turismo e o Vivalá, uma bolsa de estudos de pós-graduação do Senac-SP.

“Chegar na ponta, desenvolver o Brasil e usar o turismo como uma ferramenta incrível para a transformação do país é muito importante para a gente”, finalizou Daniel Cabrera, co-fundador e presidente da Vivalá – agência de turismo que promove soluções turísticas e experiências com o propósito de desenvolver pessoas, negócios e comunidades.

A noite de comemorações também foi marcada pelo anúncio da edição de 2020, que terá a Serra Catarinense, como a nova casa da Convenção Braztoa.

O PRÊMIO – O Braztoa de Sustentabilidade existe desde 2012 e tem o objetivo reconhecer práticas e iniciativas sustentáveis no Brasil. Além da noite de premiações, a entidade também realiza eventos prévios, como o ciclo de palestras do Semeando a Excelência do Desenvolvimento Sustentável (SEEDS) e a Convenção Braztoa – voltada aos gestores, empresários, lideranças e empreendedores.

A BRAZTOA – A Associação reúne operadoras de turismo, colaboradoras e empresas de representação de produtos e destinos, além de convidados, responsáveis por estimados 90% das viagens organizadas de lazer, comercializados pela cadeia produtiva no Brasil. Em 2018, as operadoras associadas à Braztoa faturaram R$ 13,1 bilhões e embarcaram 6,5 milhões de passageiros durante todo o ano. Essas mesmas empresas geraram um impacto econômico de R$ 11,2 bilhões para a economia nacional, neste mesmo período (quantia que contempla a soma do valor dos pacotes comercializados para destinos nacionais, com o gasto médio diário com extras do turista nos destinos).

 

CONHEÇA OS VENCEDORES:

Academia – Menção Honrosa
-Universidade Federal da Paraíba/Prefeitura Municipal de João Pessoa
Ação: Aproveitamento do coco verde: Estratégia para combater o desperdício de alimentos e para o desenvolvimento sustentável

Agências de Viagens
– Vivalá (SP)
Ação: Modelo de atuação Vivalá

Associados Braztoa
– BWT Operadora (PR)
Ação: Selo “Sustainable Tourism”

Meios de Hospedagem e Resorts
– Santa Clara Eco Resort (SP)
Ação: Projeto Clara Verde

Mídia
– TV Brasil (RJ)
Ação: No rastro da poesia, no Caminho de Cora

Parceiros do Turismo
– Gastronomia Periférica (SP)
Ação: Modelo de negócio Gastronomia Periférica

Iniciativas de Destaque
– Gastronomia Periférica
– Vivalá

Edição: Ivana Sant’Anna

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

INFRAESTRUTURA

Medidas visam estruturar região e transformá-la na “Cancún brasileira”; porto exclusivo de passageiros por ser viabilizado

Por Rafael Brais

MTur, Cia das Docas e prefeiutra de Angra dos Reis: juntos para potencializar turismo. Crédito: Dênio Simões/MTur

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, recebeu nesta quarta-feira (06.11), em Brasília/DF, o prefeito de Angra dos Reis/RJ, Fernando Jordão, e o Almirante Francisco Antônio de Magalhães Laranjeira, para tratar de medidas para potencializar o turismo na cidade do sul fluminense. Durante o encontro, foi debatida a construção de um porto exclusivo para turistas, nos moldes do que já foi anunciado em Balneário Camboriú/SC. A obra, que ainda não tem prazo para conclusão, tem o objetivo de mudar a realidade da região e atrair ainda mais visitantes nacionais e internacionais. A ação faz parte do projeto do governo federal de transformar Angra dos Reis em uma referência turística mundial, assim como Cancún (México).

Na audiência, foram alinhadas ações para destravar gargalos, identificar obstáculos e definir intervenções estratégicas que vão beneficiar turistas, comerciantes e moradores. Essa é mais uma etapa do trabalho desenvolvido pelo MTur para estruturar a região de Angra dos Reis. Em agosto deste ano, equipe técnica coordenada pelo Ministério do Turismo se reuniu com representantes do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da prefeitura de Angra dos Reis para mapear a situação local. Em outubro, o Ministério anunciou R$ 15 milhões para diversas obras no município, como a adequação e junção do Cais dos Pescadores e do Cais de Santa Luzia, a iluminação de monumentos históricos e as construções do Píer da Costeirinha.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou a importância do desenvolvimento desse projeto tão importante para Angra dos Reis, para o Rio de Janeiro e para o Brasil, e que vai potencializar o turismo em uma das regiões mais belas do mundo. “Nosso trabalho é levar a infraestrutura para que o turismo se desenvolva e possa gerar emprego e renda. Vamos desenvolver, respeitando a natureza, obviamente, e fazer da região uma das mais visitadas de nosso país”, afirmou.

Álvaro Antônio citou que as instituições envolvidas na obra estão empenhadas em transformar o turismo de Angra. “Contando com a Companhia de Docas, com a prefeitura de Angra dos Reis e com o ministro Tarcísio, de Infraestrutura, vamos fazer dessa região um dos maiores potenciais turísticos do Brasil”, complementou.

O prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, agradeceu o apoio do Ministério do Turismo e destacou que o turismo vai evoluir muito com as intervenções do governo federal. “Meu pai dizia que quando a pesca e o porto estão bem, a cidade fica bem. E agora, com apoio do ministro Marcelo e do presidente Bolsonaro, Angra vai ficar ainda melhor”, comentou, citando que Angra dos Reis é, inclusive, mais bela que Cancún.

O Almirante Francisco Antônio de Magalhães Laranjeira colocou a Companhia de Docas à disposição para que o projeto possa se tornar realidade. “Podem contar com o nosso apoio. Vamos caminhar lado a lado”, disse.

Edição: Cecília Melo

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

300 DIAS

Conheça as conquistas alcançadas pela Pasta em quase um ano de gestão

Por Vanessa Castro

O ministro Marcelo Álvaro Antônio participou da cerimônia dos 300 dias do governo no Palácio do Planalto. Crédito: Roberto Castro/MTur

Geração de emprego e renda, ambiente de negócios mais competitivo, mais atração de investimentos, mais parcerias, mais oferta turística, ações inovadoras e de inclusão social são os objetivos que norteiam a política do MTur, empregada desde o início deste ano. Há 300 dias, o Ministério do Turismo trabalha com o compromisso de progresso e abertura para o desenvolvimento do Brasil defendido pelo ministro Marcelo Álvaro Antônio.

“Neste quase um ano de gestão, o turismo passou a ser reconhecido pelo seu potencial econômico e vem sendo tratado como prioridade deste governo. Um setor que é responsável por cerca de 6,6 milhões de empregos diretos e indiretos e movimenta US$ 152,2 bilhões no Brasil, como o turismo, deve ter um papel protagonista nas ações de desenvolvimento do país”, destacou o ministro. Marcelo Álvaro parabenizou o esforço conjunto das quatro secretarias que integram a Pasta e ressaltou que ainda tem muito a ser feito. “Em 300 dias conquistamos importantes avanços e continuaremos trabalhando para romper barreiras, driblar desafios e construir um Brasil novo e melhor”, concluiu.

Ao longo de 2019, o turismo avançou nas áreas de infraestrutura, conectividade e competitividade, contribuindo significativamente para o desenvolvimento do país. Diversas medidas assertivas foram tomadas com o objetivo de alcançar metas como dobrar o número de turistas até 2022.

Em junho deste ano, o Brasil isentou a emissão de visto para países como Canadá, Austrália, Estados Unidos e Japão. Em apenas quatro meses após a mudança, a entrada de turistas desses países cresceu 25% comparado com o mesmo período do ano passado. Os Estados Unidos foram o maior emissor entre os contemplados pela isenção, com um aumento de 25,79%, saltando de 56.668 para 71.281 visitantes. Nas últimas semanas, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que a isenção de visto será ampliada também para os turistas chineses. Essa medida possibilitará o aumento do fluxo de turistas no país e, consequentemente, a receita advinda do turismo. A meta é atrair 600 mil chineses nos próximos anos.

Outra conquista foi a chegada das empresas aéreas de baixo custo, as low costs, ao mercado brasileiro. Quatro companhias já começaram a operar no país. A primeira a operar foi a chilena Sky Airline, seguida por Norwegian Air, Flybondi e Jetsmart. O reflexo da chegada das empresas de baixo custo já gera resultados para o turismo no país. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve queda de 16,85% no preço médio das passagens.

Após a decisão do Governo Federal de converter em lei (13.842/2019) a MP que abriu o mercado brasileiro para a participação de 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, investidores internacionais demonstraram interesse em operar no mercado interno. A empresa espanhola Globalia foi a primeira empresa estrangeira a ter um registro 100% nacional no país e realiza estudos de viabilidade para dar início às operações.

O Ministério do Turismo também foi protagonista na articulação junto ao Ministério da Infraestrutura que assinou contrato de adesão em Terminais de Uso Privado (UTPs), permitindo a construção do primeiro porto com terminal de passageiros exclusivo para cruzeiristas do Brasil, projetado para ser construído em Balneário Camboriú (SC). O porto é o primeiro passo para alcançar a perspectiva de construir 15 instalações voltadas para o turismo marítimo. De acordo com projeções, mais cinco navios seriam atraídos, colocando mais 300 mil turistas na costa brasileira, sendo 120 mil estrangeiros. Além disso, a expectativa é de criação de 1,5 mil empregos diretos e outros 10,5 mil indiretos. O impacto econômico seria de mais de R$ 2 bilhões, um crescimento de 100% considerando os dados de 2018/2019. O ministro também articula junto a SAC e ANAC a construção de um aeroporto na Bahia. Os estudos de viabilidade de para a construção começam em 20 de novembro.

O Turismo também vem trabalhando para melhorar a qualidade do serviço entregue aos visitantes. O número de profissionais e empresas do setor que se registraram no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur) cresceu 26% na comparação de outubro de 2018 e outubro de 2019. Isso representa 20.286 a mais de empresas legalizadas.

INVESTIMENTO

Ainda no mês de novembro, o Ministério do Turismo concluirá a primeira etapa do Programa Investe Turismo, contemplando 30 rotas turísticas estratégicas de todo o país com um investimento de R$200 milhões. Na segunda etapa serão investidos mais R$300 milhões. O programa vai mudar a realidade do turismo local por meio do fortalecimento dos pequenos negócios e do desenvolvimento social e econômico de cada destino brasileiro.

Em 2019, o Ministério do Turismo liberou mais de R$ 400 milhões para obras de infraestrutura turística em todo o Brasil e quase 700 obras foram entregues.

Desde o dia 1º de janeiro, para viabilizar investimentos privados no setor com linhas de crédito mais dinâmicas e acessíveis, foram concedidos financiamentos de R$ 86 milhões a 63 empreendimentos, principalmente micro e pequenas empresas. Até o momento, houve a geração e/ou manutenção de 2.063 empregos por meio de projetos do Fungetur (Fundo Geral do Turismo). O objetivo é que o Fundo possa, até 2020, financiar 2 mil empreendimentos turísticos com 30 mil empregos criados e mantidos.

Pelo Prodetur + Turismo, R$ 5,4 bilhões foram pleiteados em 248 propostas de estados, municípios e da iniciativa privada. O programa do Ministério contempla desde ações como a urbanização de orlas, sinalização turística e a captação de eventos até a instalação de novos empreendimentos e marketing, entre outras.

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!