Está precisando melhorar a sua renda e não sabe o que fazer? Você sabia que é possível ganhar dinheiro com milhas? Neste texto, vamos explicar como é possível aumentar o seu orçamento com os pontos acumulados.

As milhas aéreas estão se tornando grandes aliadas dos brasileiros apaixonados por viagens nacionais e internacionais. Utilizando esses benefícios dos programas de fidelidade, é possível encontrar passagens por preços mais atraentes e também ganhar dinheiro com a pontuação acumulada.

Hoje, vamos falar sobre como você pode ganhar dinheiro utilizando os seus pontos. Quer saber mais? Continue a leitura e se inscreva em um programa de fidelidade agora mesmo.

O que são milhas?

De maneira resumida, podemos definir as milhas como pontos oferecidos pelas companhias aéreas aos usuários que participam dos seus programas de fidelidade. Ao acumular uma grande quantidade de pontos, é possível trocá-los por produtos, serviços de streaming, créditos em aplicativos de transporte particular e passagens aéreas sem pagar nada mais por isso.

Quantas milhas você precisa para viajar?

Tire todas as suas dúvidas em nosso guia sobre milhas aéreas.

Quantas milhas preciso para viajar?

Tire todas as suas dúvidas em nosso guia sobre milhas aéreas.

As milhas aéreas estão se tornando uma opção muito vantajosa para os viajantes que desejam economizar com a compra de passagens e ainda obter benefícios das companhias por conta do programa de fidelidade.

Como acumular milhas?

Agora que você entende um pouco mais sobre o assunto, vamos explicar quais são as atividades que oferecem a possibilidade de acumular pontos dentro de um programa de fidelidade.

Vamos começar? Veja como é possível acumular mais milhas.

Participe de um programa de fidelidade

O primeiro passo para conseguir ganhar dinheiro com milhas é se inscrever em algum dos programas oferecidos pelas companhias aéreas. Existem diversas empresas que oferecem esse serviço, basta analisar qual é a melhor opção para as suas viagens.

  • AVIANCA: Programa Amigo
  • AZUL: Tudo Azul
  • GOL: Smiles
  • LATAM: Multiplus

Faça as suas compras utilizando cartões

O seu banco oferece a possibilidade de converter as suas compras em pontos que possam ser transferidos para os programas de fidelidade? Então, não perca tempo e comece a realizar as suas aquisições utilizando o seu cartão de crédito.

A quantidade de pontos acumulados varia dependendo da bandeira utilizada e das condições do programa oferecido pelo banco. Um exemplo disso são os cartões AMEX, que a cada um dólar gasto em compras são gerados dois pontos para a sua conta, que vão ficar disponíveis para serem utilizados como milhas aéreas.

Guarde os pontos acumulados nos voos

Vai realizar uma viagem e já comprou as suas passagens aéreas? Guarde o seu número de reserva e acompanhe a quantidade de milhas emitidas durante a compra. Contudo, devemos relembrar que essa pontuação geralmente oferece uma data de validade mais curta, sendo assim, é preciso ter muita atenção para não acabar perdendo o benefício.

Assine um pacote de mensalidade nos programas de fidelidade

O Smiles, serviço de fidelidade oferecido pela companhia aérea GOL, proporciona aos seus usuários a vantagem de assinar a opção de adquirir uma determinada pontuação todos os meses. Os valores variam conforme a escolha de cada pessoa, mas podem acumular entre 2 mil e 10 mil milhas todo mês.

Saiba quais são as opções de assinatura do Clube Smiles:

  • Plano 1.000: mil milhas por mês — R$ 42 mensais;
  • Plano 2.000: duas mil milhas por mês — R$ 78 mensais;
  • Plano 5.000: cinco mil milhas por mês — R$ 219 mensais;
  • Plano 10.000: dez mil milhas por mês — R$ 299 mensais.

Segundo a própria empresa, a opção mais buscada pelos usuários é a de duas mil milhas mensais. O Clube Smiles também oferece outras opções de pagamento que incluem descontos diferenciados conforme a negociação.

Multiplus, programa de fidelidade da companhia aérea LATAM, também oferece essa possibilidade. Contudo, existem apenas três opções de planos:

  • Clube 1.000: mil milhas por mês — R$ 42 mensais;
  • Clube 5.000: cinco mil milhas por mês — R$ 179 mensais;
  • Clube 10.000: dez mil milhas por mês — R$ 369 mensais.

A AZUL, companhia aérea responsável pelo programa Tudo Azul, oferece diferentes planos de assinatura aos seus passageiros. Veja:

  • Clube 1.000: mil milhas por mês — R$ 35 mensais;
  • Clube 3.000: três mil milhas por mês — R$ 99 mensais
  • Clube 5.000: cinco mil milhas por mês — R$ 159 mensais;
  • Clube 10.000: dez mil milhas por mês — R$ 299 mensais.

Assim como acontecem nos programas Multiplus e Smiles, no Tudo Azul também existem diferentes modelos de assinatura para que as formas de pagamento fiquem de acordo com o interesse do usuário.

Participe de clubes de vantagem

Essas são opções para quem deseja ganhar dinheiro com milhas sem necessariamente assinar um programa de fidelidade. Conheça quais as possibilidades para acumular pontos sem vínculo com as companhias aéreas:

  • Dotz: a adesão do serviço é grátis e oferece mais de cem empresas parceiras;
  • Livelo: os pontos valem por dois anos, são mais de trinta estabelecimentos parceiros;
  • NetPoints: a pontuação é válida por três anos e o programa conta com mais de cem marcas associadas.

Como ganhar dinheiro com milhas?

Os pontos acumulados possuem data de validade e uma das grandes questões dos usuários que estão desperdiçando o benefício é: o que fazer para não perder as vantagens?

As suas milhas acumuladas podem virar dinheiro na sua conta bancária por meio da venda desses pontos para que outros viajantes possam adquirir passagens aéreas. Esse trâmite é legal, uma vez que não existe nenhuma lei brasileira que proíba a prática, e pode favorecer o vendedor na hora de ganhar uma renda extra e o comprador que quer economizar na sua viagem.

Existem diversas empresas digitais que oferecem a oportunidade dos usuários venderem as suas milhas. Sendo assim, antes de anunciar os seus pontos, tenha certeza de que escolheu a melhor opção do mercado para fazer o seu negócio.

O cálculo do valor das suas milhas é feito por sua conta, baseado no preço anunciado por outros vendedores. Depois de confirmar o anúncio dos pontos, basta esperar o primeiro comprador.

Ganhar dinheiro com milhas pode ser uma surpresa agradável para os usuários que não gostariam de perder os seus pontos por conta da validade ou para quem precisa de uma renda extra no fim do mês. Em ambas as situações, faça questão de escolher a melhor empresa para auxiliar durante o processo, com suporte vinte e quatro horas e atendimento personalizado.

Quer começar a ganhar dinheiro com milhas agora mesmo? Entre em contato com a gente para iniciar a venda dos seus pontos!

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Institucional

Documento entregue ao presidente da República elogia adoção de medidas para impulsionar turismo no Brasil e reafirma apoio do setor à atual gestão do MTur

 

Presidente Bolsonaro rece carta do Setor de Turismo. Crédito: Roberto Castro

Com conquistas consideradas históricas obtidas em um período de pouco mais de 100 dias, o setor de viagens e turismo brasileiro externou sua satisfação numa Carta Pública, entregue nesta quarta-feira (24) para o presidente da República, Jair Bolsonaro. Nela, 26 entidades do trade turístico reconhecem o esforço do novo governo para destravar questões debatidas – e aguardadas pelo setor – há mais de uma década.

No documento, as entidades reforçam que as boas notícias só foram possíveis graças à sensibilidade do presidente Bolsonaro no reconhecimento da importância do setor turismo para a retomada do desenvolvimento econômico do país, como a manutenção de um Ministério exclusivo para o tema.  A carta ressalta, ainda, que a confiança do trade na atual condução do Ministério do Turismo pelo deputado Marcelo Álvaro Antônio. “O ministro traduz uma pauta em resultados concretos que sempre esperamos do gestor público”, afirma o texto.

Entre as conquistas que o setor destaca estão a isenção de vistos para os principais mercados emissores (Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália), o aumento da competitividade no setor aéreo com a sua liberação ao capital estrangeiro, a modernização da Lei Geral do Turismo e a abertura dos fortes e monumentos históricos para serem usados como equipamentos turísticos.

“O reconhecimento do trade é muito importante porque mostra que estamos no caminho certo. Mas queremos ainda mais. Queremos reduzir o custo das viagens pelo Brasil e assim possibilitar que cada vez mais brasileiros conheçam nossas belezas, além de estimular o turismo internacional em nosso território”, afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O presidente da Federação Nacional de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio, elogiou o encontro capitaneado pelo ministro Marcelo Álvaro Antônio para a entrega dessa Carta Pública. “Foi a primeira vez que fomos recebidos por um presidente da República de uma maneira tão propícia, representativa e produtiva. O ministro mostrou sua representatividade junto ao trade e reconhecimento de sua autoridade e competência por parte do presidente”, relatou.

Leia abaixo a carta na íntegra. Clique aqui para ver as entidades que assinaram a carta,

 

Carta aberta entidadesturismo

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Curitiba é referência nacional quando o assunto é turismo. Seja para lazer ou negócios, a cidade tem forte vocação para receber visitantes, graças a excelente infraestrutura de hotelaria, transporte e serviços – sem falar, é claro, de seus famosos cartões-postais e da reconhecida qualidade de vida. Entre os dias 2 e 5 de maio, a capital paranaense mostrará toda a sua força neste segmento ao sediar a Semana do Turismo, com eventos que irão reunir agentes de viagens e empresas do setor de todo o país, bem como o melhor da gastronomia curitibana.  

A programação começa com o 25º Salão Paranaense do Turismo, que ocorre de 2 a 4 de maio. Durante três dias, mais de 3,5 mil agentes de viagens de todo o país e América do Sul vão participar do maior evento do segmento no estado. Com caráter múltiplo, o salão envolve feira de negócios, programação de palestras, rodadas de negócios, eventos paralelos – como a 15ª Mostra das Regiões Turísticas do Paraná -, ocasiões sociais e muito turismo pela capital.

A abertura do Salão Paranaense do Turismo ocorrerá no dia 2 de maio, no Memorial de Curitiba, e o evento segue, nos dias 3 e 4, no ExpoUnimed, no Campo Comprido. A presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, lembra que a participação em feiras de turismo é parte da estratégia do órgão ligado à Prefeitura. “É uma grande oportunidade para mostrar as novidades que Curitiba tem na área”, reforça ela. No sábado (4/5), a feira também poderá ser visitada pelo público em geral.

Tatiana destaca também que o “coração” do Salão Paranaense do Turismo será o estande “Curta Curitiba”, da Prefeitura, que terá muita tecnologia para proporcionar a interatividade total dos agentes de viagens com os atrativos da cidade. “Dentro do conceito do Vale do Pinhão, vamos estimular os visitantes da feira a interagirem de uma forma lúdica, através de recursos inovadores, com os cartões-postais da cidade e as tendências do turismo curitibano”, antecipa Tatiana.

No estande de Curitiba na feira paranaense, haverá ainda experiências culinárias com o sabor da capital. Comerciantes do Mercado Municipal de Curitiba farão degustações de pratos de restaurantes do tradicional ponto turístico e confeiteiras da loja curitibana Vovó Elza irão expor e oferecer para o público suas bolachas artesanais, muito disputadas por quem visita a Feirinha de Domingo no Largo da Ordem.

No sábado (2/5), também será disponibilizado para as caravanas de agentes de viagem participantes do salão um tour especial da Linha Turismo por atrações da cidade.

Curitiba Sabor

A Semana do Turismo também terá um grande evento gastronômico. Entre os dias 3 e 5 de maio, a Praça Afonso Botelho, no Água Verde, irá receber o Festival Curitiba Sabor. Promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Paraná (Abrasel-PR), o evento reunirá 20 restaurantes que comercializarão pratos por R$ 15. O festival será pet friendly e, durante os três dias, acontecerão diversas apresentações culturais.



Fonte: Prefeitura de Curitiba

Fonte oficial: Curitiba Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

INCENTIVO

Com parlamentares da Comissão de Turismo, Ministério do Turismo discutiu medidas que facilitam a entrada de turistas estrangeiros no Brasil

Por Geraldo Gurgel

Secretário Bob Santos participou da audiência pública. Foto: Geraldo Gurgel/MTur

A isenção de visto dos visitantes de países estratégicos para o turismo brasileiro e a concessão de visto pelo sistema eletrônico e-Visa foram apresentadas pelo Ministério do Turismo em audiência pública desta quarta-feira (24) na Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados como medidas de facilitação da atração de turistas estrangeiros ao Brasil. O secretário nacional de Integração Interinstitucional do MTur, Bob Santos, defendeu as ações como forma de impulsionar o fluxo internacional para os destinos brasileiros e movimentar a economia, ampliar a oferta de serviços e gerar empregos.

“É urgente facilitar o acesso para sermos competitivos”, disse o secretário. Bob Santos destacou a recente decisão do governo brasileiro de isentar vistos para turistas americanos, canadenses, australianos e japoneses. “Além de melhorar o ambiente de negócios, com a abertura mais ampla do mercado do turismo nacional para polos emissores, sem risco migratório, já temos informações de acréscimo nas reservas de passagens aéreas desses países para o Brasil no próximo semestre, quando a medida entrará em vigor”, destacou. Ele disse, ainda, que o MTur já estuda estender a medida para outros países estratégicos, que serão definidos em parceria com os ministérios das Relações Exteriores e da Justiça e Segurança Pública.

O diretor de Segurança e Justiça do Itamaraty, André Veras Guimarães, lembrou que o Brasil já mantém acordos bilaterais de isenção de vistos com 90 países, entre os quais estão países do Mercosul e da Comunidade Europeia. “Medidas de facilitação da entrada de estrangeiros vão ao encontro da percepção do turismo como atividade estratégica e dinâmica para a economia”, afirmou o representante do Ministério das Relações Exteriores.

Já a chefe do departamento de Imigração e Controle de Fronteira da Polícia Federal, Cristina Bueno Camata, disse que a “isenção ou facilitação não relaxa nem retira o controle das fronteiras” e exemplificou citando o cadastro de argentinos, que é feito previamente. O banco de dados tem aumentado a segurança e reduzido as filas de turistas na fronteira do país vizinho com o Rio Grande do Sul.

O secretário do MTur ressaltou também outras medidas estruturantes para atrair turistas ao Brasil, como a abertura das companhias aéreas nacionais ao capital externo e a gestão turística de patrimônios mundiais históricos, culturais e naturais. “São atrativos diversos espalhados por um pais de dimensões continentais e que precisa ampliar a conectividade aérea”, disse Bob Santos.

Edição: Vanessa Sampaio

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

AGENDA DO DIA

Em iniciativa inédita para o setor de Viagens, representantes do mercado discutem com presidente Bolsonaro e ministro do Turismo medidas para reduzir o custo de viajar pelo Brasil

Por Lívia Nascimento

Ministro do Turismo e presidente Jair Bolsonaro durante a reunião no Palácio do Planalto, em Brasília. Foto: Roberto Castro/MTur

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, liderou na manhã desta quarta-feira (24) uma reunião entre representantes do mercado de viagens do país e o presidente da República, Jair Bolsonaro. O encontro, que contou com a presença de 26 representantes do mercado, teve como objetivo apresentar a agenda estratégica e pauta econômica do setor para o presidente.

“Nossa meta é baratear o turismo no Brasil, seja para que os brasileiros conheçam o país, seja para que os estrangeiros venham descobrir nossas belezas e riquezas, contribuindo para gerar imediatamente mais emprego e renda”, afirmou o ministro ao apresentar, para o presidente, o grupo de empresários que, na sua quase totalidade, integram o Conselho Nacional de Turismo. Veja a lista de participantes do encontro.

Na agenda estratégica para 2019, as ações estão focadas na redução do custo de se viajar pelos destinos brasileiros e também na melhoria do ambiente de negócios ao setor. É o caso da manutenção da alíquota de 6% do IRRF sobre remessas ao exterior por parte das operadoras de turismo, da eliminação dos impostos sobre o combustível de cruzeiros e da criação de áreas especiais de interesse turístico para atração de investimentos.

“O dia de hoje é um marco na história do turismo do Brasil porque sabemos bem onde estamos, onde queremos chegar e, mais importante, como chegar. A gente vive um novo momento no Brasil, de economia liberal, e temos propostas que trarão investimentos estrangeiros para o nosso país, como as Áreas Especiais de Interesse Turístico. O presidente está muito alinhado para que o turismo possa realmente ocupar espaço no centro da agenda econômica brasileira, criando oportunidades para alavancar a economia nacional”, avaliou o ministro Marcelo Álvaro Antônio.

Durante o encontro foram discutidas, ainda, a redução permanente do Imposto de Importação para equipamentos de parques temáticos (o que geraria investimentos da ordem de R$ 1,9 bi em dois anos) e a transformação da Embratur em agência de promoção turística internacional, que possibilitaria a realização de parcerias com a iniciativa privada.

As medidas têm como foco a geração de dois milhões de empregos e a inserção de 40 milhões de brasileiros no mercado doméstico. “Essa reunião foi muito importante porque nosso interesse é trabalhar pelo país trazendo mais turistas de fora, ampliando os turistas internos e tirando os nós que atrapalham nossa atividade”, afirmou Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos). “Escutar do presidente da República que ele vai trabalhar diretamente com o ministro do Turismo para atender no que a gente precisar, melhor do que isso é impossível”, completou.

As ações do Ministério do Turismo também têm como objetivo chegar a 12 milhões de turistas estrangeiros visitando nosso país por ano – hoje são pouco mais de 6,6 milhões. Entre as medidas, o MTur pleiteia agora, junto ao Ministério das Relações Exteriores, a concessão do visto eletrônico para cidadãos chineses e indianos (o que facilita e desburocratiza esse processo), bem como a ampliação da competitividade e da atração de companhias aéreas e operadoras de turismo internacionais.

100 DIAS – Durante a reunião no Palácio do Planalto, o presidente também ouviu dos agentes privados do setor que esta é “A Hora” do Turismo brasileiro. “Nosso setor fica grato por tantas conquistas históricas obtidas nos primeiros 100 dias de governo e que nos estimulam a acreditar que uma pauta mais extensa poderá ser levada adiante, proporcionando um ganho importante para todo esse segmento econômico”, disse Claudio Magnavita, da Associação Brasileira de Revistas e Jornais de Turismo.

Nos primeiros 100 dias, o Ministério do Turismo cumpriu 100% das metas previstas: a publicação de decreto que institui a Política Nacional de Gestão Turística dos Patrimônios Mundiais Naturais e Culturais reconhecidos pela Unesco e a Portaria Interministerial que institui a gestão compartilhada entre a Secretaria de Patrimônio da União/Ministério da Economia e o MTur para o aproveitamento turístico de terrenos e prédios de domínio da União.

Outras importantes conquistas da gestão de Marcelo Álvaro Antônio à frente do Ministério do Turismo foram a isenção do visto para turistas australianos, americanos, canadenses e japoneses, que começa a valer em 17 de junho, e a aprovação do PL 2724/2015 que prevê a abertura das companhias aéreas ao capital internacional e a modernização da Lei Geral do Turismo.

Edição: Vanessa Sampaio

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Além das malas despachadas, as bagagens de mãos tem regras que precisam ser cumpridas. Entenda quais são para embarcar sem dor de cabeça!

Não faz muito tempo que grandes mudanças afetaram os passageiros de todo o Brasil. A ANAC alterou a regulamentação de bagagens e as companhias aéreas começaram a cobrar pelo despacho de malas em voos nacionais.

Com isso, muitas pessoas priorizaram a bagagem de mão na hora de viajar. Assim, não seria necessário ter mais um gasto no embarque. Só que essas bagagens também tem regulamentações, que são conferidas minuciosamente pelas empresas de transporte aéreo.

Para facilitar o seu voo, a gente te explica o que sua bagagem de mão precisa ter para voar sem problemas. Vamos nessa? 😉

Bagagem de mão ou item pessoal?

Além da bagagem despachada e da bagagem de mão, as companhias aéreas caracterizam alguns itens como itens pessoais.

É importante entender que item pessoal não é uma bagagem de mão. São itens pessoais bolsas, notebooks, tablets ou sacolas de lojas compradas dentro da sala de embarque.

Cuidado para não exagerar! Quando falamos em bolsas, não são as típicas bolsas de academia. Elas entram na parte de bagagem de mão.

Medidas e tamanhos padrões das malas de mão

Válida para AVIANCA, AZUL, GOL e LATAM, a medida padrão de tamanho das malas são de 55 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. Esse limite conta as rodinhas, alças laterais e puxador. Então, redobre a atenção!

As exigências não ficam apenas na dimensão das bagagens. As companhias também conferem o peso das malas, que não pode passar de 10 quilos.

Como é feita a fiscalização?

Antes mesmo do raio-x que leva os passageiros para a sala de embarque, é feita uma fiscalização padrão para averiguar se a bagagem de mão cumpre os limites impostos pelas companhias.

Ela é feita através de uma caixa padrão das empresas, inserindo as malas nesta caixa para bater as medidas. Se a mala couber, você pode passar normalmente. Se não…

O que acontece caso a bagagem ultrapasse as medidas?

Neste caso, você precisará voltar ao check-in e deve despachar a mala. É cobrada a taxa padrão de cada empresa, que a gente descreve abaixo.

  • Avianca: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto;
  • Azul: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto;
  • Gol: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto;
  • Latam: R$ 59 com antecedência e R$ 120 no aeroporto.

Prepare a mala com antecedência para não ser pego de surpresa e acabar pagando um valor a mais do que deveria.

Tirou suas dúvidas sobre a bagagem de mão? Então, compartilhe esse conteúdo nas suas redes para ajudar os seus amigos que estão prestes a viajar! 😉

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Quer viajar para Amsterdã? Nada melhor que encontrar as passagens mais baratas, não é mesmo? Por isso, listamos aqui as ofertas que cabem no seu bolso. Vá para Amsterdã com a MaxMilhas! Saindo do Sudeste…

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Quer viajar para Los Angeles? Nada melhor que encontrar as passagens mais baratas, não é mesmo? Por isso, listamos aqui as ofertas que cabem no seu bolso. Vá para Los Angeles com a MaxMilhas! Saindo…

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Quer viajar para Ilhéus? Nada melhor que encontrar as passagens mais baratas, não é mesmo? Por isso, listamos aqui as ofertas que cabem no seu bolso. Vá para Ilhéus com a MaxMilhas! Saindo do Sudeste…

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

SETOR AÉREO

Resultado representa aumento de 4,3% em relação ao mesmo período de 2018, o equivalente a um milhão de viajantes a mais

Por Cecília Melo

Movimentação nos aeroportos brasileiros cresceu 7,3% no primeiro trimestre. Foto: Roberto Castro/MTur

O número de passageiros transportados em voos dentro do país registrou alta de 4,3% no primeiro trimestre deste ano e atingiu o patamar de 24 milhões de viajantes. O resultado apresenta um aumento de mais de um milhão de passageiros no modal aéreo em comparação com o mesmo período de 2018. Na oferta de assentos, o crescimento foi de 3,4%.

Os dados são do Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo divulgado nesta terça-feira (23) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Somente no mês de março, o mercado doméstico registrou alta de 3,4%, transportando 7,7 milhões de passageiros em voos nacionais.

O mercado internacional também apresentou crescimento em março: +10,7%, contabilizando 801 mil passageiros em trechos com origem ou destino fora do Brasil. Já a oferta de voos internacionais aumentou 13,1% no primeiro trimestre de 2019.

Segundo o último Anuário Estatístico do Turismo, do Ministério do Turismo, o número de turistas estrangeiros que chegaram ao Brasil em todos os modais de transporte chegou a 6.588.770 em 2017. A via aérea lidera o volume de viagens, com 63,6%. No mercado interno, segundo estimativas do MTur, os brasileiros realizaram 206 milhões de viagens pelo país nos diversos meios de transporte, inclusive o aéreo, em 2018.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os dados reforçam a importância do turismo doméstico para a economia do país e a crescente participação do avião como modal de transporte nos deslocamentos internos. “O setor de turismo é um dos principais ativos econômicos brasileiros, com participação de mais de 8% do PIB nacional e geração de cerca de 7 milhões de empregos no país. O avanço do turismo tem reflexos na melhoria da economia e na qualidade de vida do povo brasileiro”, destaca o ministro.

Edição: Vanessa Sampaio

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.