Lançada em 2016, a publicação tem o intuito de melhorar o atendimento a turistas LGBT, que representam 10% dos viajantes no mundo

O Grupo Gay da Bahia (GGB), associação de defesa dos direitos humanos dos homossexuais no Brasil, concedeu ao Ministério do Turismo o prêmio Oscar Gay 2017, pela cartilha Dicas para atender bem turistas LGBT, produzida pela pasta.

Na lista de 27 premiados com o troféu Triângulo Rosa  referência ao símbolo que marcava os homossexuais durante o regime nazista  estão empresas, governos, juízes e personalidades como a lutadora de MMA Amanda Nunes, que recentemente declarou ser homossexual. A premiação já tem 26 anos de tradição.

O MTur também foi premiado com o Prêmio Direitos Humanos LGBT, que será entregue pela entidade ao Órgão durante a Semana da Diversidade, em setembro.

“A cartilha foi premiada por ser uma iniciativa inédita, que demonstra a sensibilidade do Ministério do Turismo ao tema”, elogia o presidente do GGB, Marcelo Cerqueira.

Lançada em novembro de 2016, a publicação tem o intuito de melhorar o atendimento a turistas LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), que representam 10% dos viajantes no mundo e movimentam 15% do faturamento do setor.

O material, disponível nos formatos impresso e on-line, traz informações sobre legalidade, conceitos básicos e dicas de como atender bem. Entre os conceitos tratados no guia estão a diferença entre identidade de gênero, sexo biológico e orientação sexual.

“Nosso intuito é  entender as necessidades de cada perfil de viajante para oferecer o melhor atendimento possível para transformar a experiência do turista no País ainda mais positiva. Estamos muito felizes com esse reconhecimento”, comemora Teté Bezerra, secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo.

Orientações

No capítulo “Dicas para atender bem”, os estabelecimentos são orientados a tratar os clientes pelo nome social, oferecer promoções para casais e datas especiais, além de recomendar usar sempre o termo orientação sexual.

A publicação é uma parceria do Ministério do Turismo com o Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais e o Ministério da Justiça.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo e do Grupo Gay da Bahia

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Conhecida como a Ilha da Magia, a capital do estado de Santa Catarina tem mais de 40 opções de praias e ganha vida durante o verão

Conhecida como a “ilha da magia”, Florianópolis celebra, nesta quinta-feira (23), seus 344 anos com muita festa. Apresentações de artistas locais e cantores nacionais, no Trapiche da Avenida Beira-mar Norte, estão entre os atrativos culturais da homenagem à capital catarinense. As comemorações só terminam na próxima segunda-feira (26).

Quem gosta de praia encontra mais de 40 opções de norte a sul da ilha, muitas das quais são também palco de campeonatos nacionais e internacionais de surf. Entre as mais badaladas estão Jurerê, Canasvieiras, Ingleses, Mole e Joaquina.

Em Floripa, o turismo contribui para a economia local o ano inteiro e é rico em atrativos históricos, culturais e naturais. Mas é no verão que Florianópolis ganha ainda mais vida e vira cenário de movimentação intensa de turistas de todas as regiões do Brasil e muitos outros estrangeiros, principalmente argentinos.

Geografia e atrações

A ilha é recortada com várias enseadas, pontas, ilhas, baías e lagoas. Os bairros ficam entre as montanhas, lagoas, manguezais, dunas e praias e são interligados por rodovias sinuosas.

Os cenários entre um atrativo e outro são paradisíacos, como a famosa Lagoa da Conceição, no centro da ilha. Nos arredores da lagoa, destacam-se as rendas de bilro, de tradição açoriana.

No Centro Histórico, estão atrativos importantes como a Catedral de Nossa Senhora do Desterro (nome original da cidade), a Figueira Centenária da Praça XV de Novembro, o Museu Cruz e Sousa (antigo palácio do governo), o Teatro Álvaro de Carvalho, a Alfândega e o Mercado Público.

Apesar das construções modernas, a paisagem urbana ainda mantém o aspecto colonial. Santo Antônio de Lisboa e Ribeirão da Ilha estão entre os bairros mais preservados, onde predomina a pesca artesanal.

Cenário esportivo

A ilha é ideal para a prática de esportes dentro e fora d´água, como o surf e o sandboard, surf nas dunas em pranchas de madeira. A Lagoa da Conceição proporciona muitas opções como windsurfe, kitesurf, vela, caiaque e stand-up paddle, além de passeios de barco, inclusive para almoçar em um dos restaurantes da Costa da Lagoa.

O Parque Ecológico do Córrego Grande é uma das opções para fugir do roteiro de sol e mar. Já a Avenida Beira-mar Norte é o lugar para quem quer caminhar, correr, andar de skate, patins ou pedalar. Parapente e asa-delta embelezam ainda mais o cenário esportivo da ilha.

Outra atração muito visitada é a Ilha do Campeche, tombada como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional. Campeche abriga praias de águas transparentes e natureza exuberante, além de inscrições rupestres em sítios arqueológicos. Depois de pegar um barco, chega-se ao local protegido por trilhas com acompanhamento de guia.

Florianópolis também recebeu, em 2014, o título da Unesco de Cidade Criativa da Gastronomia. Essa conquista foi graças à contribuição dos povos que já passaram pela cidade (ilha e continente) e transformaram a cozinha local rica em mistura de ingredientes, temperos, sabores e tradições.

Esse patrimônio se reflete nos roteiros gastronômicos de bairros como Cacupé, Santo Antônio de Lisboa, Ribeirão da Ilha, Coqueiros e Itaguaçu.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Ministério do Turismo vai selecionar propostas de obras desde sinalização turística, reforma de mirantes, até a construção de aeroportos



Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Brasil é reconhecido, pelo Fórum Econômico Mundial, como o país com maior potencial turístico em recursos naturais do mundo

Os destinos de aventura e o ecoturismo do País foram os destaques do workshop realizado, na última semana, pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), junto à Embaixada do Brasil em Londres e a VBrata (Visit Brazil Travel Association). 

No workshop, foram capacitados 110 convidados do trade turístico britânico, entre agências de viagem, operadores de turismo e companhias aéreas, além da imprensa especializada. Dentre eles, alguns que já têm o Brasil em seus catálogos e outros que procuram por novos produtos e destinos. 

Houve ainda uma rodada de negócios, em que os participantes puderam manter contato individualmente com os expositores e palestrantes, para aprofundar seus conhecimentos sobre os produtos e destinos em destaque. 

”Os turistas europeus têm apostado no segmento ecoturismo e turismo de aventura, e o País tem todas as condições de aumentar a sua oferta para esse mercado”, afirmou Gilson Lira, diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur.

De acordo com dados do Ministério do Turismo sobre a demanda turística de britânicos a terras brasileiras, em 2015, 23% das viagens foram motivadas por ecoturismo e aventura, 39% a mais na comparação com o ano anterior. 

Além disso, o Brasil é considerado pelo Fórum Econômico Mundial como o País com maior potencial turístico em recursos naturais, por possuir a maior biodiversidade de espécies do mundo, distribuídos por seis biomas e três grandes ecossistemas marinhos. 

Apresentações

O workshop para o trade turístico britânico contou com apresentações de Adriana Schmidt Raub, da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta); Gabriel Ribemboin, da Fundação Amazônia Sustentável (FAS), organização brasileira que promove a conservação ambiental e melhoria de vida das comunidades ribeirinhas do estado do Amazonas; e Alex Robinson, jornalista e fotógrafo radicado em Londres, especialista em Brasil e detentor de prêmios por reportagens fotográficas de aventura e natureza. 

Fonte: Portal Brasil, com informações da Embratur

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

No primeiro trimestre do ano, o País recebeu mais de 3,4 mil voos internacionais semanais diretos vindos de 57 cidades do mundo inteiro

Neste mês de março, o número de voos diretos de países da América Latina para o Brasil cresceu 21,64% em comparação com o mesmo mês de 2016. O total de chegadas no País passou de 2,4 mil para 2,9 mil e houve acréscimo de 25,83% nos assentos, que passou de 418,4 mil para 526,4 mil.

Os números fazem parte da Análise da Malha Aérea da Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística, do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), preparada a partir de informações fornecidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

De acordo com o levantamento, no primeiro trimestre de 2017, o Brasil recebeu mais de 3,4 mil voos internacionais semanais diretos, vindos de 57 cidades do mundo inteiro para destinos de norte a sul do País.

Neste mês, por exemplo, serão 1.127 mil voos diretos semanais. Destes, 556 são oriundos da América do Sul; 216 trazem turistas estrangeiros da América do Norte e 215, da Europa. Em janeiro, chegaram ao Brasil 1.135 voos diretos de outras cidades do mundo a cada semana e, em fevereiro, foram 1.145.

“A oscilação entre os meses é comum e diversos fatores devem ser considerados, como alta e baixa temporada, revisão e manutenção de aeronaves das companhias aéreas, adequação à demanda e à economia dos países, entre outros”, explicou o diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, Gilson Lira.

Os dados indicam que, na América Latina, a Argentina lidera em chegada de voos ao Brasil, com 1.275; da Europa, chegam 930 voos mensais, enquanto na América do Norte, são 895. Da Ásia chegam 146 voos e da África, 97.

Companhias Aéreas

A Azul Linhas Aéreas, que havia iniciado a operação direta entre Belo Horizonte e Buenos Aires em 1º de março, anunciou que, a partir de 1º de julho haverá uma segunda operação ligando as duas cidades.

Já a Gol Linhas Aéreas assinou convênio com o governo da Paraíba para operar, a partir de julho, o primeiro voo regular internacional da capital argentina para João Pessoa, numa aeronave capaz de voar com 170 passageiros.

A Avianca Linhas Aéreas inaugurou voo diário entre São Paulo e Foz do Iguaçu, facilitando a ida de turistas estrangeiros para outros destinos brasileiros.

O Ministro do Turismo, Marx Beltrão, anunciou, na última quarta-feira (15), que o Brasil foi escolhido pela Emirates Airlines como primeiro País da América Latina a receber voos diários ligando Dubai a São Paulo.

“Essas ações são de extrema importância para aumentar fluxo de turistas estrangeiros para o País e otimizar, mesmo que indiretamente, o trabalho da Embratur. Fica mais fácil vender o Brasil quando temos mais conectividade”, avalia o presidente do Instituto, Vinicius Lummertz.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Embratur

Fonte oficial: Portal Brasil Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Atividades proporcionam educação ambiental para visitantes, promovem conservação e geram emprego e renda para os moradores da região

Em Porto de Pedras (AL), o trabalho da Associação Peixe-Boi, que realiza atividades e serviços envolvendo a comunidade na proteção do animal e no atendimento a visitantes, colocou o distrito de Tatuamunha no mapa do turismo alagoano e da proteção da espécie ameaçada de extinção.

O roteiro ecológico faz parte das opções de passeios turísticos da Costa dos Corais, Área de Proteção Ambiental, que vai de Maceió (AL) até Tamandaré (PE), e envolve 13 municípios. São 135 quilômetros de costa rica em capim agulha, alimento do peixe-boi no ambiente marinho preservado.

A comunidade recebe em média 70 visitantes por dia. Durante o passeio de jangada no rio Tatuamunha, o turista acompanha a interação entre os peixes-boi marinho, sua reprodução, alimentação e descanso. O mamífero aquático mais ameaçado de extinção – existem somente 500 na costa brasileira  podem viver até 50 anos e chegam a medir 4 metros e pesar até 600 quilos.

O passeio de contemplação inclui, ainda, a beleza e riqueza da biodiversidade do mangue, considerado o berçário do oceano. O caranguejo Uçá e o Goiamum estão entre as iguarias retiradas do mangue pelos ribeirinhos. A visita de observação ao peixe-boi também beneficia outras atividades como a produção artesanal e o trabalho de pescadores, condutores e remadores.

Assim como em Porto de Pedras, o turismo no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha tem entre os destaques do roteiro ecológico a observação de golfinhos rotadores. O arquipélago tem a maior concentração da espécie no mundo. É a região onde os mamíferos aquáticos em vida livre estão mais acessíveis para a população, por meio do turismo. Em 2016, o parque recebeu 91 mil visitantes.

Tamar

O projeto que revolucionou a luta pela preservação das tartarugas marinhas e as belezas naturais fez da praia do Forte, em Mata de São João (BA), um dos principais destinos turísticos do Brasil. O museu do Tamar recebe 600 mil turistas por ano. Além da conservação e pesquisa, o projeto promove a educação ambiental nos ecossistemas marinho e costeiro e o desenvolvimento sustentável comunitário.

O exemplo da praia do Forte se repete em 25 bases de nove estados ao longo de 1,1 mil quilômetros de costa. A observação nos períodos da desova e do nascimento dos filhotes faz parte do roteiro turístico. A visitação se repete nas unidades com potencial turístico. O litoral de Sergipe possui a maior concentração de ninhos de tartaruga no País. Já a base de Florianópolis encerrou 2016 com mais de um milhão de visitantes.

Baleia Jubarte

O turista também encontra na praia do Forte um espaço informativo e interativo sobre a baleia Jubarte (o outro fica em Caravelas, no sul do estado). A costa da Bahia, principalmente o arquipélago de Abrolhos, na divisa com o Espírito Santo, é o maior berçário da espécie. A observação das baleias de perto, pelos turistas, ocorre no período de reprodução, de julho a agosto, e no extremo sul do estado até novembro.

Comportamentos típicos, como a “espiadinha” na superfície e as brincadeiras com as nadadeiras encantam os turistas que se aventuraram em 187 cruzeiros realizados em 2016 para encontrar as ilustres visitantes de 16 metros e 40 toneladas em alto mar. A costa do Brasil chega a receber a visita de 9 mil animais por ano.

A “avistagem” é uma ferramenta eficiente de conservação das baleias, agregando valor econômico à sua proteção. Entre as vantagens do turismo de observação estão impacto ambiental mínimo; caráter educativo; geração de emprego e renda para ambientes remotos e de pouca atividade comercial; incentivo ao setor hoteleiro; contribuição para pesquisa científica e sensibilização da população para o desenvolvimento sustentável.

Outros destinos de observação das baleias jubarte são: Itacaré, Morro de São Paulo e Porto Seguro, todos na Bahia.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/F2WFYv1qQ0I/turismo-de-observacao-garante-preservacao-ambiental.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Indústria hoteleira é responsável por 350 mil empregos formais e 1,5 milhão de ocupações indiretas em todo o Brasil

Websérie do Ministério do Turismo (MTur) mostra o impacto positivo do turismo na economia do País. Neste episódio, Florianópolis foi a cidade escolhida para ilustrar a importância do setor e de sua capacidade para ajudar o Brasil a enfrentar os desafios da economia.

Somente a temporada de verão deverá motivar a realização de 73 milhões de viagens por todo o País com movimentação estimada de R$ 100 bilhões.

Florianópolis será  um dos destinos mais visitados do País ao fim da temporada de verão 2017 por oferecer natureza exuberante, 42 praias, gastronomia variada e opções de lazer. A expectativa do MTur é que a capital catarinense receba mais de 2 milhões de visitantes no período, movimentando a economia e um dos principais motores do turismo local: a hotelaria.

A indústria hoteleira é responsável por 350 mil empregos formais e 1,5 milhão de ocupações indiretas em todo o Brasil. Além dos empregos, o segmento gera possibilidades de negócios para vários outros segmentos da economia.

Em Florianópolis, por exemplo, ganham o Fernando Marcondes, dono de hotel, o Petherson Ribeiro, funcionário temporário que será efetivado, a Bianca Pedroso, fornecedora de pescados, o Carlos Faria, que vende passeios de quadriciclo e a Aziza Noguchi, turista que se beneficia dessa ampla oferta de serviços.

Esses personagens fazem parte da história de um grande empreendimento do litoral norte de Florianópolis (SC). Mas poderia fazer parte também da realidade de tantos outros hotéis do Brasil. Se o turismo gera oportunidades para outras cadeias produtivas, a temporada de verão representa impulso nos negócios.

O Júlio Cesar, da empresa que fornece hortifruti há 15 anos para o hotel catarinense, aumenta de 20% a 30% a cota de entregas nesse período, assim como a Bianca Pedroso, amplia a produção de pescados na mesma proporção. Já o empresário Zauri Jr. compra mais produtos, dentro e fora de Santa Catarina, para dar conta da decoração das festas que se multiplicam entre dezembro e fevereiro.

As oportunidades de emprego e de ascensão na carreira fazem parte dessa movimentação. O catarinense Leonardo Santos chegou ao cargo de terceiro cozinheiro no citado hotel, melhorou o salário e pretende ir mais longe. O Petherson Ribeiro, do setor de transportes, iniciou como temporário, justamente para atender à demanda do verão, e agora foi convidado a ficar e ganhar mais.

Verão

O Ministério do Turismo (MTur) está produzindo o especial “Websérie de Verão: o primeiro episódio – gastronomia  já está disponível no YouTube. Os demais serão divulgados nas próximas semanas nas redes sociais, para mostrar como o setor se movimenta na alta temporada.

Fonte: Ministério do Turismo (MTur)

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/tGQscmlGxYo/webserie-mostra-impacto-positivo-da-hotelaria-na-economia-do-pais.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Medidas anunciadas vão facilitar a fiscalização do parque estadual e ajudarão na preservação do ecossistema local

O parque estadual do Jalapão, em Tocantins, um dos principais destinos turísticos da Região Norte do País, tem novas regras para visitação, elaboradas para preservar o ecossistema local.

Entre as mudanças estão a proibição do uso de drones para filmagens e fotografias nas dunas, delimitação das áreas de nado e proibição da entrada de animais domésticos. As novas regras foram anunciadas pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e pretendem facilitar a fiscalização.

As lagoas próximas das dunas estão entre os locais cujo banho está proibido. A abertura de novas trilhas não será mais permitida. Sobre a entrada de animais domésticos, apenas cães guias usados para orientação de pessoas deficientes visuais serão autorizados.

O uso de bebidas alcoólicas e substâncias ilícitas nas dunas fazem parte da lista de proibições anunciadas pelo o órgão estadual de defesa do meio ambiente. As regras reforçam, ainda, proibições como alimentar e maltratar os animais silvestres, bem como retirar material da natureza e acender fogueiras dentro do parque.

Ensaios fotográficos de casamento e aniversários de 15 anos, por exemplo, continuam permitidos desde que previamente informados e autorizados. Não há restrições para fotos pessoais, exceto para fins comerciais.

A condução de turistas ao local só poderá ser feita por empresas cadastradas pelo Ministério do Turismo. As regras dão mais segurança ao turista, que terá assistência de empresas regularizadas operando no Jalapão. O conjunto de medidas aumenta a visão e a credibilidade das operadoras, contribuindo para o desenvolvimento do turismo sustentável da área de conservação.

De acordo com o Naturatins, 11 empresas operadoras de turismo do estado são cadastradas para operar no Jalapão, mas o número de agências que trabalham na informalidade é bem maior.

Roteiro

Parque Estadual do Jalapão é uma área remota do leste do Tocantins de beleza exuberante e muitos atrativos naturais. Entre os destaques para visitação turística estão o fervedouro, a cachoeira da velha e as dunas.

O acesso aos locais é difícil, e as visitas são feitas por agências especializadas no roteiro de ecoturismo e turismo de aventura. Os pacotes variam de acordo com os atrativos a serem visitados e o número de dias.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/fYWnMl_W4bk/parque-do-jalapao-tem-novas-regras-para-turismo.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Ação contará com três vídeos, divulgados pelas redes sociais, para incentivar denúncias de casos de abusos de crianças e adolescentes

O Ministério do Turismo (MTur) lançou, nesta terça-feira (14), a campanha “Proteger, Respeitar e Garantir – Todos Juntos pelos direitos das crianças e adolescentes”. A iniciativa quer incentivar denúncias contra qualquer caso de abuso ou exploração de crianças e adolescentes, por meio do Disque 100.

A campanha, feita em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, contará com três vídeos que serão divulgados nas redes sociais. O Ministério do Turismo também articula junto às empresas áreas a possibilidade de elas veicularem as peças nas TVs de bordo.

“Não podemos permitir que o turismo, uma atividade econômica que gera milhões de empregos, seja usado como plataforma para criminosos explorarem as nossas crianças e adolescentes. Quanto mais pessoas conseguirmos envolver nessa rede de proteção, melhor”, destacou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Apesar do lançamento ser focado no carnaval, as peças serão produzidas de maneira que possam ser reproduzidas ao longo de todo o ano.

“Ela pretende promover uma mudança cultural no País, a partir do esclarecimento do conceito ‘violação de direitos da criança e do adolescente’ e o Ministério do Turismo é um importante parceiro que protagoniza novamente a defesa dos direitos da criança e do adolescente”, destacou a secretária Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Claudia Vidigal.

Denúncias

Em 2016, foram registrados 77.290 relatos de violação dos direitos das crianças e adolescentes. O número é 3% menor em relação ao registro do ano anterior. O período entre 5 e 24 de fevereiro de 2016, temporada de carnaval, foi responsável por 17,4% de todas as denúncias do ano. Os dados são da Ouvidoria da Secretaria.

Após serem examinadas, as denúncias recebidas são encaminhadas para as autoridades competentes. O Disque 100 funciona 24 horas todos os dias da semana. O anonimato é garantido.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MTur

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/KvQMgIddp-0/turismo-lanca-campanha-contra-exploracao-sexual.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Iniciativa do Ministério do Turismo tem o objetivo de promover e estruturar destinos que fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro

O Ministério do Turismo lançou, nesta quarta-feira (15), uma chamada pública para receber propostas para obras de infraestrutura para regiões turísticas. O órgão vai destinar R$ 5,4 milhões para a ação. As inscrições começam no dia 2 e terminam no dia 31 de março.

De acordo com o edital, cada Unidade da Federação (UF) poderá cadastrar até três propostas, mas apenas uma será aprovada.

As propostas deverão contemplar, exclusivamente, regiões turísticas que fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro, sendo disponibilizados no mínimo R$ 100 mil e no máximo R$ 200 mil para cada um dos projetos aprovados e habilitados pela comissão julgadora.

A iniciativa visa identificar projetos que antecedem às obras de infraestrutura turística e que fazem parte dos Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS).

“Será possível obter projetos de engenharia para pronta licitação, medida que possibilitará a celebração dos contratos sem cláusula suspensiva e uma redução de até 18 meses para o início das obras”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O cadastro deve ser feito no Portal de Convênios do Governo Federal (Siconv), seguindo os prazos estipulados pelo edital de chamada pública.

Orçamento

Os contratos de repasse serão celebrados de acordo com a disponibilidade orçamentária-financeira e a viabilidade técnica dos projetos, com operacionalização feita pela Caixa Econômica Federal.

O prazo de execução do projeto não poderá superar 18 meses. Caso alguma UF não consiga habilitar nenhuma proposta, outra unidade poderá ser atendida em mais de um projeto.

Para recebimento de cada uma das parcelas do repasse, o estado precisa comprovar o cumprimento da contrapartida pactuada, atender às exigências para contratação e pagamento seguindo, o que determina a Portaria Interministerial nº 424, de 2016, e estar em situação regular de acordo com a execução do Plano de Trabalho.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Turismo

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/Rss-Turismo/~3/mxF115M9oh8/estados-poderao-enviar-propostas-para-obras-em-regioes-turisticas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.