Atual e futuro ministros têm primeira agenda pública de transição da Pasta

REUNIÃO

Atributos do turismo brasileiro e continuidade dos programas estratégicos do MTur foram assunto de reunião no Rio de Janeiro

Ministros Marcelo Antônio e Vinicius Lummertz durante o primeiro encontro oficial de transição da Pasta. Foto: Roberto Castro/MTur

No primeiro evento público de transição de comando do Ministério do Turismo, no Rio de Janeiro, o futuro ministro Marcelo Álvaro Antônio afirmou ao trade e líderes do setor que dará continuidade aos programas estratégicos da Pasta em andamento.

O ministro Vinicius Lummertz agradeceu o apoio incondicional do trade ao longo de sua gestão e falou que que o Brasil precisa deixar de lado os medos imaginários e usar o turismo como resolução dos problemas reais. Ele citou como exemplo a abertura dos parques nacionais e as marinas. “Trabalhamos muito, sempre morro acima. Agora, acredito que no novo ciclo, com a visão liberal do novo governo, será morro abaixo, com tudo mais fácil”, acredita.

Segundo o indicado para o MTur, “o presidente eleito, Jair Bolsonaro, é um entusiasta do Turismo. Isso vai ser um facilitador para articular um maior orçamento para o ministério”, garantiu. Ele ainda disse que Bolsonaro “tem plena consciência de que o Turismo pode ser um dos principais pilares para a volta do desenvolvimento econômico e social do país”, o que, segundo Marcelo Antônio, vai ser realizado em parceria com o Congresso Nacional.

O futuro ministro também levantou soluções para gargalos históricos e disse que vai dar continuidade a programas importantes em execução pela gestão Vinicius Lummertz. “Sabemos que muitos gargalos estão ligados à legislação vigente no país, como é o caso da Lei Geral do Turismo, e podem ser supridos por pautas legislativas que devem avançar na Câmara com celeridade ainda em 2018”, ressaltou. Ele também destacou que que dará sequência ao trabalho por mais competitividade e capilaridade de voos no Brasil e que o aumento da conectividade, rotas e destinos atendidos pela malha aérea nacional terá atenção especial.

Para Marcelo Antônio, o potencial adormecido do País para o Turismo deve ser amplamente explorado com o apoio e parceria do trade turístico. “Assim como o ministro Lummertz sempre fez, estarei aberto para a discussão dos problemas e construção de soluções para que o Brasil seja grande no Turismo”, concluiu.

O deputado federal Herculano Passos, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), afirmou que vai articular a votação de projetos estratégicos para o setor ainda em 2018, como a transformação da Embratur em agência, a modernização da Lei Geral do Turismo e a abertura das empresas aéreas ao capital internacional.

Edição: Vanessa Sampaio

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Comentários