SONDAGEM EMPRESARIAL

Levantamento mostra que metade dos empresários ouvidos irão manter quadro de funcionários

Por Ivana Sant’Anna

Guia apresenta as instalações do Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte (MG). Crédito: Pedro Vilela/MTur

As agências de viagem estão otimistas em relação ao crescimento do setor para os próximos seis meses. Uma pesquisa do Ministério do Turismo, realizada com 1.917 agências de todo Brasil, em setembro de 2019, mostrou que 50,6% dos empresários confirmaram a pretensão de estabilidade no número de empregados, ou seja, metade dos empreendedores ouvidos pelo levantamento não tem previsão de diminuir o quadro de funcionários até março de 2020.

A Sondagem Empresarial também identificou que 52,4% dos entrevistados preveem aumento na demanda de serviços ofertados pelas agências e 51,5% dos empreendedores indicaram cenários positivos quanto ao faturamento da empresa.

O levantamento também comparou os dados relacionados à geração de emprego, demandas por serviços ofertados e faturamento das empresas registrados entre os meses de junho e julho de 2018 e o mesmo período deste ano. Em 2019, mais da metade dos empreendedores (51,9%) ouvidos pela pesquisa afirmaram que houve estabilidade no número de trabalhadores.

O relatório aponta ainda que os empresários do setor registraram aumento de 31,4% na demanda de serviços ofertados por suas agências. Se somado ao percentual dos que afirmaram que houve estabilidade nesta categoria (29,2%), a porcentagem positiva chega a 60,6%.

Em relação ao faturamento das agências, os empresários que responderam à Sondagem afirmaram que houve alta de 29%. Outros, representados pelo percentual de 26,4%, identificaram estabilidade no faturamento. Somadas as porcentagens (55,4%), o panorama se manteve estável.

VIAJANTES – A pesquisa também traçou um perfil dos turistas que escolhem viajar por agências. De acordo com a Sondagem Empresarial, a maioria dos clientes (45,9%) busca destinos de sol e praia, seguido das viagens culturais que envolvem visitas a museus e Patrimônios Históricos (15,5%). Destinos com foco na Natureza e Ecoturismo (10,6%) e Negócios (10,4%) estão em terceiro e quaro lugares, respectivamente, com uma diferença muito pequena no percentual: apenas 0,2%.

Ainda em relação ao perfil dos viajantes, o levantamento apontou que a maior parte dos clientes das agências de turismo (43,4%) são casais com filho (s). Em seguida, representados por 23,2%, estão aqueles que viajaram com algum outro parente ou com amigos. Em terceiro (21,6%) e quarto (11,8%) lugares estão casais e aqueles que preferem viajar sozinhos.

PESQUISA – A Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil é realizada pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do Ministério do Turismo. São consultados empreendimentos de hospedagem de todos os portes, entre os quais hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas dos empresários quanto ao desempenho de seus estabelecimentos e dos destinos onde estão inseridos.

Edição: Victor Maciel

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Conhecer novos lugares, vivenciar outras culturas, dar uma pausa na rotina… a gente sabe que tem coisas que só uma boa viagem pode proporcionar. Só que a gente também sabe que passar muito tempo fora pode significar que voltar para casa vira sinônimo de contas para pagar. 

Isso acontece porque, apesar de você estar de férias, alguns serviços que você faz uso durante o ano podem estar, ainda, funcionando como uma fonte de despesas, mesmo que não utilizados durante aquele período. 

Por isso, a gente resolveu juntar em uma lista 6 dicas de como economizar nas contas de casa enquanto você estiver fora. Pronto para gastar menos? Então vamos lá! 🙂 

1. Desligue os aparelhos eletrônicos da tomada

Já ficou confuso com contas como a de telefone, energia elétrica e TV a cabo que continuam chegando enquanto você passa um tempo fora viajando, sem utilizar os aparelhos? 

Isso acontece porque muitos equipamentos eletrônicos, como a TV, o microondas e o computador, possuem o modo stand-by. Esse modo de espera, que pode ser percebido por uma luzinha que fica sempre acesa, existe para que o aparelho ligue mais rapidamente quando for ser usado, mas pode acabar funcionando como um mecanismo de aumento na sua conta de luz. 

Em outras palavras: se você viaja e deixa os aparelhos eletrônicos em stand-by, mesmo não sendo usados, eles vão estar gastando energia. Por isso, a nossa dica é que você fique de olho e sempre coloque os aparelhos no modo off na hora de viajar, ou até mesmo que tire-os da tomada!

2. Suspenda seus serviços por até 120 dias

Você sabia que todo consumidor tem o direito de suspender seus serviços por até 4 meses? Que tal aproveitar essa concessão para aproveitar férias mais longas sem ter que se preocupar com custos na sua casa? 

Se liga na dica: a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) permite que os clientes adimplentes solicitem a suspensão temporária dos serviços por um período de 30 a 120 dias. Ou seja, se as suas contas estão todas em dia, você pode pedir para que serviços como telefone, internet e TV por assinatura sejam cancelados temporariamente. 

A melhor parte é que é super fácil fazer esse acordo basta entrar em contato com sua operadora e a suspensão vai entrar em vigência em até 24 horas. O único ponto de atenção é que esse serviço só pode ser solicitado a cada período de doze meses,  por isso o nosso conselho é utilizá-lo para aquelas viagens específicas, em que você vai passar meses fora de casa, como um mochilão, por exemplo. 

Ah, e você também pode negociar essa suspensão em outros tipos de serviço, como planos de saúde, seguros, energia elétrica e água, por exemplo. É só entrar em contato com cada empresa para saber como esse acordo funcionaria, pois cada uma apresenta suas especificidades na hora de implementar a suspensão temporária 😉 

3. Aposte em serviços fixos pré-pagos

Mas se você viaja várias vezes ao ano e não quer aguardar os 12 meses entre uma suspensão temporária e outra, fique tranquilo, existe outra solução: optar por planos pré-pagos. 

Alguns serviços de TV a cabo, por exemplo, funcionam no mesmo formato de planos pré-pagos de celular, em que você paga somente quando usar! Você coloca créditos e contrata um pacote de canais só quando for assistir.

Quando voltar de viagem, basta fazer a recarga pelo site da operadora escolhendo o tempo que quiser. Não tem faturas, anuidade ou multas, mas muitas vezes é preciso comprar o aparelho transmissor de sinal.

Se você assina canais de streaming, como a Netflix ou a Amazon Prime, você pode suspender sua conta no período em que estiver viajando e economizar no valor de mensalidades que você não vai estar usando. 

#Dica: você pode aproveitar esse período sem usar serviços já contratados para pensar em ainda mais economia quando voltar. Aqui você descobre como!  

4. Fique de olho na geladeira

Se você for viajar por muito dias, também é importante planejar as compras de casa arrumar as malas e ir.

Uma boa dica é que você não faça compras de alimentos perecíveis uma semana antes da viagem e fique atento ao prazo de validade dos produtos que já estão na geladeira. Tente consumir tudo que já foi aberto ou tem a data de validade próxima antes da data de embarque e, caso não consiga, tente deixar esses alimentos com alguém que pode fazer uso deles. Nada de desperdícios, né? 😉 

Além disso, é legal que você esvazie toda a geladeira, descongele o freezer e desligue a chave geral do apartamento ou da casa para conseguir economizar uma boa grana! 

5. Planeje a hospedagem do seu pet

A gente ama animais, mas sabe que, na hora de viajar, se você não pode levar seu bichinho de estimação com você, isso pode se tornar uma leve dor de cabeça (e algumas despesas também!). 

Nossa dica principal é que você se planeje o quanto antes. Se for o caso de deixar seu pet em um hotelzinho, escolher o lugar com antecedência pode significar economia no seu bolso e se houver a possibilidade de deixar ele com algum amigo ou parente (melhor ainda!), a pessoa pode se programar para receber o animalzinho em sua casa! 

Mas se o coração apertar e você decidir que seu bichinho também merece boas férias, aqui a gente te conta como você pode fazer para que vocês peguem um aviãozinho juntos! 😀 

6. Coloque seu imóvel para aluguel temporário

Se você tem um apartamento ou casa própria, outra dica interessante é alugar o imóvel enquanto estiver viajando. Crie anúncios em sites especializados, guarde seus pertences mais importantes e deixe o ambiente organizado para receber o hóspede.

Você mantém seu espaço ocupado – o que também ajuda na segurança do local – e ainda pode ganhar dinheiro enquanto viaja. Quer coisa melhor que isso? 

 

Agora que você já sabe como economizar nas contas de casa durante o período em que estiver fora, já pode economizar também na passagem para o próximo destino! 😉 

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

CONECTIVIDADE

Em outubro deste ano, ministro Marcelo Álvaro Antônio esteve em Buenos Aires para tratar da política de céus abertos

 Por Cecília Melo 

Ministros do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio e Gustavo Santos, em outubro deste ano, na Argentina, debateram a revisão da política de céus abertos entre os países. Crédito: Roberto Castro/MTur 

Mais voos entre Brasil e Argentina. A conquista é resultado de acordo assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri, nesta quarta-feira (04.10), durante a Cúpula do Mercosul, que acontece em Bento Gonçalves (RS). A partir de agora, o número de frequências entre os dois países passará de 133 para 170 por semana e não haverá mais limite para voos de transporte de carga. A decisão tem efeito imediato e não precisa de aprovação do Congresso Nacional.

Em outubro deste ano, durante missão oficial em Buenos Aires, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu com o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, para debater parcerias no intuito de aumentar o fluxo de turistas entre os dois países, desenvolver a conectividade e integrar destinos turísticos. Um dos principais assuntos discutidos foi a revisão das frequências de voos no acordo bilateral de serviços aéreos entre os países.

A reunião também contou com a presença de representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Secretaria de Aviação Civil (SAC), ligada ao Ministério da Infraestrutura. Outros temas foram tratados durante o encontro, como o reconhecimento mútuo de vistos chineses no âmbito do Mercosul, a desregulamentação e maior agilidade do fluxo de turistas nas fronteiras e o aumento da frota de navios para cruzeiros marítimos.

Principal emissor de turistas estrangeiros ao Brasil, a Argentina, segundo o ministro Marcelo Álvaro Antônio, sempre foi uma grande parceira do Brasil para alavancar o turismo, com geração de emprego e renda para ambas as nações. “Esse acordo, assinado por nosso presidente Jair Bolsonaro, é de extrema importância para o crescimento ainda maior do fluxo de turistas entre os países vizinhos e o fortalecimento de uma parceria profícua com a Argentina”, disse. “Isso traz ao cidadão mais oferta de voos, mais competividade, mais destinos atendidos, mais dinheiro na economia e mais empregos”, afirmou o ministro.

Álvaro Antônio reforça ainda que a medida vai ao encontro de uma série de resultados que vem sendo alcançados pelo governo federal com a abertura de mercado e atração de investimentos ao Brasil. “Nosso principal objetivo é trazer ainda mais turistas argentinos ao nosso país, fortalecendo a nossa economia e consolidando todo o potencial do turismo brasileiro em realidade”, complementou o titular da Pasta. Em 2018, 2,4 milhões de argentinos vieram para o país, o que representou 37,7% do total de visitantes estrangeiros.

CÉUS ABERTOS – A reinvindicação para revisar a política de serviços aéreos entre Brasil e Argentina é antiga. O acordo foi assinado em 1948 e, desde então, têm se buscado ajustes, especialmente na quantidade de frequências que as empresas de cada país podem utilizar e os direitos de tráfego na operação.

O Memorando de Entendimento mais recente foi assinado em 2006 e contém os limites que eram aplicados até hoje. Antes do aumento, todas as frequências estavam sendo ocupadas pelas companhias aéreas brasileiras e a demanda por mais voos seguia crescente. E, como as empresas não podiam solicitar voos para rotas incluídas no acordo bilateral, não havia margem para uma companhia aérea oferecer um novo voo entre Rio de Janeiro e Buenos Aires, por exemplo.

Edição: Rafael Brais 

 

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Já se pegou no silêncio da noite imaginando como seria seu pedido de casamento dos sonhos? 

A gente sabe que não existe uma fórmula certa: pedir alguém para casar com você pode acontecer de diversas maneiras das mais extravagantes e mirabolantes às mais caseiras e espontâneas. Mas, se existe uma característica em comum em todos os pedidos, é o desejo de fazer daquele um momento especial para o casal! 

Por isso, quando chega a hora de decidir como fazer essa grande pergunta (e ouvir um sonoro sim, é claro!), um ponto importante que surge na mente de muitos é: onde? Bom, não precisa se preocupar mais: a gente pode te ajudar com isso (a gente pode te ajudar com a lua de mel também, mas isso é papo de outro post).

Separamos uma lista incrível de lugares para pedir em casamento. Com opções para todos os gostos, você vai achar inspirações que vão de cidades históricas a praias paradisíacas. Prepara o coração e vamos nessa! 

Se você busca lugares para pedir em casamento no Brasil… 

O nosso país é um dos mais ricos em diversidade e beleza que existem e, por isso, é quase impossível encaixar em uma só lista todos os lugares românticos para se fazer um pedido de casamento. Pensando nisso, tentamos juntar aqui algumas dicas que saiam um pouco da rota comum de destinos para te inspirar, inclusive, a conhecer mais do nosso país! 

1. Monte verde – MG

Não é porque somos mineiros do coração, mas Minas Gerais tem cada cantinho de suspirar que você nem imagina. Um dos lugares que tem ganhado cada vez mais espaço no coração de quem busca por destinos românticos é Monte Verde, no sul de Minas Gerais. 

Cidadezinha pequena e charmosa, Monte Verde consegue juntar ares de interior de Minas com uma paisagem europeia, tudo em um clima gostoso de temperaturas mais baixas, devido sua altitude elevada. Com isso, a cidade te dá a chance de aproveitar o melhor dos dois mundos: trilhas com vistas estonteantes pela manhã ensolarada e uma noite mais fria, com direito à cachecol, gastronomia requintada, taças de vinho pra quem curte e cobertor de orelha.

Chique, né? Se você procura por romance e versatilidade de lugares para pedir em casamento, Monte Verde pode ser o destino perfeito para você!

2. Serra da Bela Adormecida – AM

lugares para pedir em camento - serra bela adormecida

Já pensou em fazer seu pedido de casamento numa das paisagens mais distintas do norte do país? A Serra da Bela Adormecida fica em São Gabriel da Cachoeira que, a 850 km de Manaus, leva o título de cidade mais indígena do Brasil, com 90% dos habitantes distribuídos entre 23 etnias!

Além de cachoeiras, praias fluviais e belezas da Floresta Amazônica, você ainda pode presenciar a imponente serra de Curicuriari, que ganhou o apelido de serra da Bela Adormecida por se assemelhar à imagem de uma mulher deitada. Um dos principais cartões postais do Amazonas, a vista  promete te deixar sem ar, principalmente ao nascer do sol. Já pensou pedir seu amor em casamento numa vista dessas?!   

3. Praia dos Carneiros – PE 

lugares para pedir em camento - praia dos caneiros

Outro destino romântico inusitado que pode ser  um ótimo lugar para pedir em casamento é a Praia dos Carneiros, no município de Tamandaré – PE. 

Com água verdinha, piscinas naturais, passeios de catamarã e lanchas, esportes aquáticos e, claro, a famosa Igrejinha de São Benedito, datada do século XVIII, o que não faltam são paisagens românticas para escolher na hora de fazer o pedido. 

E se você preferir algo mais reservado, não tem problema: Tamandaré tem opções de restaurantes incríveis, além de hotéis e pousadas super aconchegantes. 

4. Cânion Itambezinho – RS

lugares para pedir em camento - itambezinhp

Localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra e com um paredão de 720 m de profundidade, o Cânion do Itambezinho é uma vista daquelas de perder o fôlego e um dos lugares para pedir em casamento mais bonitos que existem, principalmente para casais que gostam de fazer trilhas e se conectar com a natureza.

Com a opção de três trilhas, a visita ao Cânion pode ser feita de forma mais tranquila (pela Trilha do Vértice, que é mais curta e demanda menos experiência) ou mais aventureira (pela Trilha do Rio Boi, que, com 8km, é mais longa e cansativa, demandando inclusive guias experientes). 

De qualquer forma, ao longo dos trajetos é impossível não se maravilhar com a paisagem, e todo o encanto do cânion torna este um lugar mágico para se dar início a esse novo capítulo da vida a dois!

5. Cachoeira Santa Bárbara – GO

lugares para pedir em camento - cachoeira santa barbara

Por falar em paisagens mágicas, se o seu sonho é fazer o pedido em um lugar fascinante, daqueles que parecem cenário de filme, definitivamente não precisa pensar fora do país: a Cachoeira Santa Bárbara, em Goiás, também pode ser o destino perfeito para você! 

Chegar até a cachoeira pode parecer um caminho um pouco longo a princípio, mas a gente garante que vale o trajeto: com uma queda de 30 metros e um poço de água azul esverdeado transparente, a cachoeira tem encantando turistas dos mais diversos cantos do mundo. Com uma paisagem estonteante e marcante dessas, fica difícil não aceitar um pedido de casamento!

Se você quer declarar seu amor no exterior… 

Se você prefere viajar um pouco mais longe e ficar imerso em uma cultura diferente, não tem problema: a gente separou alguns pontos ao redor do mundo para te ajudar a aumentar a sua lista de lugares para pedir em casamento! 

Apesar de locais realmente incríveis e marcantes, mais do que apostar na Torre Eiffel ao pôr do sol ou nos canais de Veneza, por exemplo, você também pode cogitar destinos como:

6. Tulum – México

lugares para pedir em camento - tulum

Além de praias com areia branquinha e água azul translúcida, este é um destino que leva no cartão postal Ruínas Maias, datadas do século VI!

Com uma cultura riquíssima, praias belíssimas e várias opções de passeios românticos, você pode escolher locais como o Chichén Itzá, o Gran Cenote, o Cenote Ik-kil ou o Cenote Suytun para serem palcos do seu pedido de casamento! 

7. Banff – Canadá 

lugares para pedir em casamento - banff

Gosta de natureza e aventura? Quer fazer seu pedido rodeado de montanhas estonteantes e lagos dignos de um cenário cinematográfico? Então, talvez Banff seja o seu lugar dos sonhos.

Com apenas oito mil habitantes, Banff é uma cidadezinha charmosa que fica nos corações das montanhas rochosas do Canadá. Lá, além da chance de fazer uma viagem diferente e curtir esportes como esqui, trekking e escalada, você pode aproveitar vistas como a do Lake Louise para fazer o seu pedido de casamento. 

8. Aurora Boreal (ou Northern Lights) 

lugares para pedir em casamento - northern lights

Provavelmente imagens dessas luzes flutuantes dançando no céu não sejam estranhas pra você. Se você se encantou por essa mágica natural e topa pegar um frio na hora de fazer o seu pedido, as Northern Lights podem rapidamente subir ao topo da sua lista de lugares para pedir em casamento.

Um fenômeno natural sem igual e também conhecido como Auroras Boreais, essas luzes podem ser vistas de diferentes pontos mais ao norte do globo, como na Suécia, Islândia, Finlândia, Escócia e Rússia. Você só precisa ficar de olho em quais períodos do ano são mais indicados para presenciar as Northern Lights antes de adicionar essa parada no seu roteiro de viagem romântica.

9. Viena – Áustria 

lugares para pedir em casamento - Vienna

Talvez você reconheça o centro histórico de Viena por filmes: famoso por seu clima romântico e mágico, a capital da Áustria já foi cenário de várias histórias de amor e, por isso mesmo, é um dos melhores lugares para fazer seu pedido de casamento. 

Além da arquitetura incrível, das óperas, castelos e cafés que parecem todos parados no tempo, Viena te oferece a possibilidade de noites bem agitadas e modernas, caso você decida explorar as ruas da cidade. Com tantas possibilidades românticas, vai ficar é difícil fazer uma visita para a cidade e não ficar com vontade de fazer o pedido. 

10. Baía de Halong – Vietnã 

lugares para pedir em casamento - Halong bay

Um dos patrimônios da humanidade pela Unesco, a Baía de Halong é, definitivamente, um dos destino de viagem mais impressionantes que você pode escolher para fazer um pedido de casamento. 

São diversas ilhas espalhadas pela água verde, inúmeras cavernas e outros pontos paradisíacos prontos para serem explorados o Vietnã guarda ali naquele cantinho um dos lugares mais bonitos do mundo. Com um pôr do sol de tirar o fôlego, passeios noturnos em embarcações com velas e lendas de dragões, a Baía de Halong pode te ajudar surpreender seu par.

 

Bom, depois dessa lista, fato é: a gente garante a vista, agora, é só pensar em como fazer a pergunta! 😉

#Bônus: como fazer o seu pedido de casamento

A gente não podia perder a oportunidade de te ajudar a pensar em como fazer seu pedido, né? 😀 

Assim como a escolha do lugar, a maneira como você vai decidir fazer a sua grande pergunta é um ponto que deixa muita gente sem dormir à noite. Mas podemos te contar uma dica amiga? Não existe um jeito certo de pedir alguém em casamento! 

Com tantas particularidades, cada casal vai ter um jeitinho específico de fazer a grande pergunta e de dizer o grande sim. É claro que você pode se inspirar em histórias românticas, mas pode acreditar na gente: você já sabe qual o melhor jeito de surpreender o seu amor! 

Se pudermos te ajudar a planejar, conte com a gente e com algumas dicas que vão te levar a entender melhor como descobrir isso!

  • Olhe para a sua história: quais momentos você sabe que vocês vão guardar no coração sempre, quais os lugares especiais para vocês, quais acontecimentos ajudaram a criar o sentimento que vocês têm hoje?; 
  • Pense no outro: você, mais do que ninguém, sabe os gostos do seu par. Pense em como ele ou ela gostaria de ser pedido em casamento e, mais importante, pense também em como não gostaria de receber a pergunta. Se demonstração pública não é algo que deixe a pessoa confortável, talvez proclamar o seu amor em cima de um palco de show ou em um flash mob, por exemplo, não seja a decisão certa; 
  • Pense em você: só por ser a pessoa fazendo o pedido, isso não quer dizer que este também não vai ser um momento importante para você! Por isso, planeje algo que também vai te deixar feliz e se tornar uma lembrança quentinha no seu coração; 
  • Respire fundo: um momento como esse é para ser prazeroso, não estressante! É claro que sabemos que pode parecer impossível não ficar nervoso, mas respire fundo, pense que esse é um momento especial para vocês dois e que algo te levou até ali, então há grandes chances de dar certo! 

No fim, a gente sabe: o lugar e o jeito de fazer o pedido de casamento perfeito é algo que só você vai saber. Mas se uma coisa é certa, é que a MaxMilhas te ajuda a chegar em qualquer cantinho do mundo na hora de fazer a grande pergunta.

Depois conta pra gente qual foi o lugar você escolheu e como foi a viagem usando a hashtag #viajeidemaxmilhas! 😉 

Fonte oficial: Blog MaxMilhas.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

PRÊMIO NACIONAL DO TURISMO

Ao todo, o Prêmio Nacional do Turismo consagrou 19 iniciativas eou profissionais

Por Victor Alves 

Ministro Marcelo Álvaro Antônio abre cerimônia do 2º Prêmio Nacional do Turismo, em Belo Horizonte. Crédito: Roberto Castro/MTur 

Em cerimônia realizada nesta quarta-feira (04), no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG), a 2ª edição do Prêmio Nacional do Turismo consagrou 19 iniciativas eou profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do setor turístico no país. A seleção dos premiados contou com a participação expressiva da população, que atingiu recorde de votação neste ano, com quase 60 mil contribuições; e com a intensa análise da comissão julgadora do Prêmio. O evento é o ponto alto da Semana Nacional do Turismo que acontece até a próxima sexta-feira (06), na capital mineira.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, em seu discurso, destacou os avanços que o setor conquistou neste ano de 2019. “O Turismo tem uma participação de protagonista no papel de desenvolvimento ou de recolocar o nosso Brasil nos trilhos. É com muita satisfação que nós podemos dizer neste evento que encerramos o ano de 2019 com resultados extremamente positivos. Sabemos que ainda há muito o que se fazer. O trabalho continua árduo, diário, avançando cada dia mais para que o turismo possa ser melhor estruturado em todo o Brasil”, celebrou.

Em sua segunda edição, o Prêmio Nacional do Turismo tem o objetivo de jogar luz sobre as iniciativas e profissionais que tanto fizeram pelo turismo nacional, para multiplicar esses exemplos país afora. Durante a primeira parte da premiação, foram destacadas 33 iniciativas em 11 categorias diferentes, criadas para retratar a diversidade do setor. Ao todo, 418 candidaturas, de entes públicos, privados e do terceiro setor vindas de todas as partes do Brasil.

Na edição deste ano, o Prêmio inovou com o reconhecimento dos responsáveis por inovações ou atuações no desenvolvimento do ramo. Foram premiados profissionais da Academia, Governo (Dirigentes e Técnicos), Empreendedores de Médio e Grande Porte, Micro e Pequenos Empreendedores, Organizações Não Governamentais, Mídias Sociais e Imprensa. Foram 200 profissionais inscritos, por eles mesmos ou indicados por terceiros, em 8 categorias.

Os vencedores das “Iniciativas de Destaque” foram selecionados após avaliação meritória e eliminatória da comissão julgadora a partir da classificação de três finalistas por categoria da premiação. As iniciativas que avançaram cumpriram critérios como terem sido criadas especificamente para o setor turístico e implementadas há menos de 24 meses. A análise considerou ainda a apresentação de resultados obtidos pela mensuração de impactos diretos ou indiretos. Já os “Profissionais de Destaque no Turismo” foram escolhidos pelos quase 60 mil votantes, recorde de público. 

Ainda ao final do evento, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, recebeu da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) o reconhecimento pelo trabalho prestado ao turismo brasileiro. Em sua fala, ele agradeceu a condecoração e afirmou que continuará trabalhando para a diminuição do custo Brasil.

Clique na imagem e conheça os vencedores: 

05_12_19_Apresentação da Publicação (1).jpg

SOBRE O PRÊMIO – O 2º Prêmio Nacional do Turismo, iniciativa do Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional do Turismo (CNT), tem por objetivo identificar, reconhecer, premiar e disseminar iniciativas, práticas inovadoras e casos de sucesso relacionados aos setores, público e privado, e ao terceiro setor do turismo brasileiro.  A premiação possui caráter simbólico, sem valor comercial ou financeiro, e é concedida na forma de troféus, entregues aos primeiros colocados de cada modalidade, e certificados, conferidos aos finalistas.

Galeria de fotos do 2º Prêmio Nacional do Turismo: 

04/12/2019 Prêmio Nacional de Turismo 2019

FORNATUR – Antes do Prêmio, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou da última reunião do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Turismo (Fornatur), onde foi empossada a nova diretoria. Foram nomeados como presidente e vice-presidente do Fórum, os secretários de Turismo do Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, e o do Rio de Janeiro, Otávio Leite, respectivamente.

Em sua fala, Álvaro Antônio comentou que o sucesso de cada estado é importante para o Brasil. “Que essa consciência se transforme em ações concretas, por isso estamos cada vez mais próximos. Os debates aqui são pautas importantíssimas para nós”, finalizou.

Edição: Cecília Melo 

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

SEMANA NACIONAL DO TURISMO

Encontro da Rede de Inteligência de Mercado do Turismo fará balanço e tratará da agenda de trabalho para 2020

Por Lívia Nascimento

Como parte da programação da 1ª Semana Nacional do Turismo, o Ministério do Turismo promoveu na manhã desta quinta-feira (05) o 10º Encontro Nacional da Rede de Inteligência de Mercado do Turismo (RIMT) com o objetivo de apresentar cases de sucesso no setor e promover a troca de experiências das iniciativas de sucesso realizada pelos integrantes da rede.

Na programação prevista para todo o dia, discussões sobre a comunicação em momento de crise, marketing de conteúdo, calendário de eventos para 2020, planejamento para 2020 e Investe Turismo. Um dos destaques da manhã foi a apresentação de Renata Bittencourt, diretora-executiva do Inhotim, que falou sobre a comunicação do instituto após o rompimento da barragem da Vale. A tragédia impactou diretamente a comunidade de Brumadinho onde o atrativo está inserido.

O local, que recebe 350 mil visitantes por ano, sentiu fortemente os impactos do rompimento da barragem. “Cerca de 50% de nossos funcionários perderam um ente querido e notamos que a visitação caiu em 40% até abril”, comentou Renata. Para contribuir com a recuperação da comunidade, o Inhotim desenvolveu uma série de iniciativas, como o cadastramento dos moradores para ter acesso gratuito ao Inhotim em qualquer dia da semana e horário, além da realização de oficinas de música e sessões de cinema.

Renata também falou sobre o desafio de atrair turistas mineiros, de outros estados e estrangeiros para o Instituto. “Queremos que os nossos visitantes entendam que o Inhotim é um lugar para ir e para voltar”, concluiu.

Para o coordenador de Produtos Turísticos do MTur, Cristiano Borges, é de vital importância ter o Ministério do Turismo, a Embratur e o Sebrae juntos com todos os estados para a construção de ações, projetos e políticas públicas sempre em parceria. “A RIMT é um momento da gente aprender tanto com as experiências quanto com outros atores do mercado que vêm colaborar com a gente hoje nesse sentido”, comentou Borges. 

VISITA TÉCNICA – O encontro da RIMT termina nesta sexta-feira (06) com uma visita técnica ao Mercado Central de Belo Horizonte para que os técnicos conheçam melhor o posicionamento da capital mineira no segmento de turismo gastronômico. A próxima reunião da Rede deve acontecer durante a WTM em São Paulo.

Edição: Cecília Melo 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

SONDAGEM

Levantamento realizado pelo Ministério do Turismo também apontou alta em serviços ofertados e faturamento

Por Ivana Sant’Anna 

Empresários do ramo hoteleiro se mostraram otimistas em sondagem realizada pelo Ministério do Turismo. Crédito: Roberto Castro/MTur

Uma pesquisa realizada em outubro de 2019 pelo Ministério do Turismo com 727 empresas do setor de hospedagem apontou otimismo para os próximos seis meses no setor de acomodações de todo o Brasil. Segundo o boletim, 43,6% dos entrevistados projetam crescimento na demanda pelos serviços ofertados; 46,4% preveem aumento no faturamento da empresa; e 31,6% esperam estabilidade até março de 2020.

Na mesma prospecção, 57,5% dos empresários confirmaram a pretensão de manter o número de funcionários e 25,7% esperam abrir novas vagas de trabalho. Os percentuais, de um modo geral, significam menos desemprego, mais faturamento e estabilidade nos estabelecimentos de hospedagem do Brasil.

A perspectiva é positiva também quanto ao investimento para os próximos seis meses: quase metade do mercado de hospedagem brasileiro (49,9%) pretende aplicar recursos em seus empreendimentos. Outro número positivo mostra que 16,1% dos empresários responderam que “definitivamente” vão aumentar o investimento em seus estabelecimentos. No total, incluindo aqueles que “provavelmente” vão investir (49,9%), 66% do setor de hospedagem se mostrou favorável a novos aportes em 2020.

DESEMPENHO – O estudo do Ministério do Turismo também apontou números positivos em relação a empregabilidade, demanda por serviços ofertados e faturamento da empresa quando comparados ao mesmo período de 2018. No 3º trimestre deste ano, quase 60% dos empreendedores do setor informaram que houve estabilidade no número de funcionários no setor de hospedagem. Quanto à demanda de serviços ofertados, 36,4% afirmaram que houve estabilidade e 35,8% apontaram aumento no 3º trimestre de 2019. Dos 727 empreendedores do setor de hospedagem que participaram da pesquisa, 34% identificaram aumento no faturamento da empresa.

PESQUISA – A Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil é realizada pela Subsecretaria de Inovação e Gestão de Conhecimento do Ministério do Turismo. São consultados empreendimentos de hospedagem de todos os portes, dentre os quais hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas dos empresários quanto ao desempenho de seus estabelecimentos e dos destinos onde estão inseridos. Acesse a pesquisa na íntegra AQUI.

Edição: Rafael Brais

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

PRÊMIO NACIONAL DO TURISMO

Anúncio foi realizado durante cerimônia que integra a programação da Semana Nacional do Turismo, em Belo Horizonte

Por Rafael Brais

O Ministério do Turismo anunciou nesta quarta-feira (04) os vencedores do 2º Prêmio Nacional do Turismo. A cerimônia, realizada durante a Semana Nacional de Turismo, em Belo Horizonte (MG), consagrou iniciativas e profissionais que contribuíram de forma significativa para o desenvolvimento do setor no Brasil.

Entre as “Iniciativas de Destaque”, o Prêmio reconheceu um total de 11 ações, implementadas por entes públicos, privados e do terceiro setor. Além da homenagem, o objetivo é promover a disseminação das boas práticas, como forma de favorecer aprimoramentos no ramo.

Já quanto aos Profissionais de Destaque no Turismo”, eleitos por meio de uma votação online, foram agraciadas personalidades que atuaram de forma proativa no segmento, como especialistas, peritos, técnicos, empresários, ativistas e pesquisadores. Confira abaixo a lista dos vencedores.

 

INICIATIVAS DE DESTAQUE

 

APROVEITAMENTO DO PATRIMÔNIO CULTURAL PARA O TURISMO:

– Festival Boi Voador, do município de Recife (PE)

– Revitalização do Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu (PR), da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos

– Festa do Bode Rei – Festival de Caprinos e Ovinos da Paraíba, da Prefeitura Municipal de Cabaceiras (PB)

 

APROVEITAMENTO DO PATRIMÔNIO NATURAL PARA O TURISMO:

– Polo Socioambiental Sesc Pantanal

– Caminho de Cora Coralina, da Agência Estadual de Turismo de Goiás (Goiás Turismo)

– Sustentabilidade e Ecoturismo no Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, de Jardim (MS), da Japacanim Ecoturismo

 

FORTALECIMENTO DA GESTÃO INTEGRADA E DESCENTRALIZADA DO TURISMO:

– Gestão Integrada do Turismo de Foz Do Iguaçu (PR)

– ICMS Critério Turismo, da Secretaria de Turismo de Minas Gerais

– Projeto Redes Colaborativas de Turismo do Jequitinhonha e Mucuri, da Associação do Circuito Turístico das Pedras Preciosas

 

GESTÃO DE DADOS E MONITORAMENTO NO TURISMO:

– Monitoramento da Reputação Online dos Atrativos Turísticos de Florianópolis (SC)

– Programa de Classificação Turística dos Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul

– Observatório do Turismo de Minas Gerais

 

MARKETING E COMERCIALIZAÇÃO DO TURISMO:

– Projeto “Visit Salvador da Bahia”, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Salvador (BA)

– Festival das Cataratas, da De Angeli Feiras e Eventos

– Beto Carrero World – Nova Área Temática Hot Wheels, de Penha (SC)

 

MELHORIA DO AMBIENTE DE NEGÓCIOS E ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS:

– SP Pra Todos, da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo

– Programa Guarapuava Turística 2026, da Prefeitura Municipal de Guarapuava (PR)

– Além da Extração, Programa Crescer Conceição do Mato Dentro, da Technoserve Brasil

 

PRODUÇÃO ASSOCIADA AO TURISMO:

– Passeio Histórico, Cultural e Gastronômico com o Chef, do Le Coq Bar e Bistrô, de Petrópolis (RJ)

– Circuito Sapucaí de Gastronomia e Arte, do Restaurante Salumeria Central, de Belo Horizonte (MG)

– Festival da Tapioca de Olinda (PE), da Secretaria Municipal de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico

 

SENSIBILIZAÇÃO, QUALIFICAÇÃO, CERTIFICAÇÃO E FORMALIZAÇÃO NO TURISMO:

– Capacitação Básica em Autismo para Profissionais do Turismo, da Incluir Treinamentos, de São Paulo

– Farroupilha Colonial -Turismo Rural / Cultural / Gastronômico, da Prefeitura Municipal de Farroupilha (RS)

– Trilha Jovem Iguassu, do Instituto Polo Internacional Iguassu, de Foz do Iguaçu (PR)

 

TECNOLOGIA NO TURISMO:

– Smart Survey – Pesquisa de Demanda Turística com uso de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), da Smart Tour Tecnologia Brasil LTDA, de Florianópolis (SC)

– Forma Smart Pass, da Nova Forma Viagens e Turismo LTDA (Forma Turismo)

– Orbs Tecnologia e Desenvolvimento, de Belo Horizonte (MG)

 

TURISMO DE BASE LOCAL:

– Projeto Morrinho, da ONG Morrinho (RJ)

– Roteiros Turísticos de Base Comunitária em Roraima, do SESC-RR

– Caminho de São Francisco da Esperança, da Prefeitura Municipal de Guarapuava (PR)

 

TURISMO SOCIAL:

– Projeto Praia Acessível, da Secretaria de Turismo de Fortaleza (CE)

– Plano de Acessibilidade da Marejada Itajaí, maior Festa do Pescado do Brasil, da Secretaria de Turismo de Itajaí (SC)

– Férias Imperdíveis, do SESC-RS

 

 

PROFISSIONAIS DE DESTAQUE

Escolha por votação online

 

ACADEMIA:

Susana Gastal – 2.530 votos (37%)

 

DIRIGENTES E PARLAMENTARES:

Alexandre Pereira – 5.124 votos (43%)

 

EMPREENDEDORES DE MÉDIO E GRANDE PORTE:

Joana Paula Coelho – 4.795 votos (63%)

 

GESTORES E TÉCNICOS:

Thiago Beraldo – 2.975 votos (34%)

 

IMPRENSA:

Maiara Silva – 2.501 votos (49%)

 

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS:

Rodrigo Stüpp – 4.326 votos (53%)

 

MÍDIAS SOCIAIS:

Lívia Lopes – 2.810 votos (45%)

 

ONGs:

Fabiana Dickmann – 1.342 votos (31%)

 

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

Últimas notícias

Candidatura será analisada entre os dias 10 e 12 de dezembro, na Colômbia

Por Ivana Sant’Anna, com informações do IPHAN

 

Festa Bumba meu Boi no Maranhão. Crédito: Albani Ramos/SETUR-MA

 

Reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural do Brasil em 2011, o Complexo Cultural do Bumba meu Boi do Maranhão pode também ser consagrado como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A candidatura será analisada pelo Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco durante a 14º reunião realizada em Bogotá, na Colômbia, entre os dias 10 e 12 de dezembro.

O Bumba meu Boi poderá ser o sexto bem brasileiro a integrar a lista internacional da Unesco, junto com a Arte Kusiwa – Pintura Corporal e Arte Gráfica Wajãpi (2003), o Samba de Roda no Recôncavo Baiano (2005), o Frevo: expressão artística do Carnaval de Recife (2012), o Círio de Nossa Senhora de Nazaré (2013) e Roda de Capoeira (2014).

O Bumba meu Boi realizado no Maranhão é considerado um Complexo Cultural por congregar diversos bens associados em uma manifestação. No campo da expressão popular, por exemplo, apresenta performances dramáticas, musicais e coreográficas, destacando-se ainda a riqueza das tramas e personagens. Já no plano material, podem ser apreciados os artesanatos, como os bordados do couro do boi e das indumentárias de seus personagens, além dos instrumentos musicais confeccionados artesanalmente. O Bumba meu Boi reúne todas as matrizes da formação cultural brasileira: indígena, negra e branca por meio do ritmo, da dança e das músicas.

A candidatura, segundo o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, reforça o potencial turístico cultural do Brasil dentro e fora do País. “Não à toa, fomos eleitos pelo Fórum Econômico Mundial como o nono país em atrativos culturais, o que nos faz ter a certeza de que a valorização de nossa identidade cultural será fundamental para levar nosso setor a um novo patamar”, afirma.

Para o secretário Especial da Cultura, Roberto Alvim, o reconhecimento é de extrema importância, pois garante uma maior promoção da cultura e do turismo dentro do Brasil e no exterior. “No dossiê construído para a candidatura estão previstas ações de salvaguarda que terão que ser cumpridas para garantir que essa expressão cultural não se perca de sua essência, e continue encantando multidões pelo Brasil”, ressalta.

Neste ano, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, esteve diversas vezes na Unesco para tratar sobre a candidatura de patrimônios naturais e turísticos da Humanidade. Em junho, se reuniu com a diretora do Centro do Patrimônio Mundial da entidade, Mechtikd Rossler e defendeu a candidatura de Paraty como sítio histórico, cultural e natural da Humanidade. Em julho, veio o resultado: Paraty e Ilha Grande foram reconhecidos como Patrimônio Mundial Misto do Brasil. Com o reconhecimento internacional, o Brasil possui 22 bens na lista de sítios de excepcional valor universal.

Ainda em junho deste ano, o ministro Marcelo Álvaro Antônio defendeu, também na Unesco, a candidatura dos Cânions do Sul, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, como geoparque da humanidade. Apesar de ser considerado o primeiro do mundo em atrativos naturais pelo Fórum Econômico Mundial, o Brasil atualmente só tem a Serra do Araripe, no Ceará, na Rede Global de Geoparques da Unesco.

Candidatura – A candidatura a ser avaliada pelo Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial é a último passo de um longo caminho que deve atender a critérios nacionais e internacionais. De início, a comunidade encaminha ao Iphan a proposta de inclusão na lista representativa da Unesco. O bem cultural deve atender aos requisitos de elegibilidade à Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, dispostos na Resolução 1/2009 do Iphan.

O próximo passo é a avaliação da proposta de candidatura realizada pela Câmara do Patrimônio Imaterial e do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural. Tendo o aceite, o proponente então elaborará o dossiê de acordo com formulário da Unesco e com a Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco de 2003, apresentando neste documento ao Organismo Internacional que o bem preenche requisitos de excepcionalidade cultural.

 Edição: Rafael Brais

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.

SEMANA NACIONAL DO TURISMO

Região integrada será a primeira a ser lançada pela Pasta para estimular o incremento do fluxo turístico regional

Por Victor Alves

No segundo dia da Semana Nacional do Turismo, MTur e gestores estaduais apresentam o Destino Mantiqueira, região que integra três estados e mais de 100 cidades para estimular o incremento do fluxo turístico regional. Crédito: Roberto Castro/MTur 

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, assinou nesta quarta-feira (04), em Belo Horizonte, um acordo de cooperação técnica entre o Ministério do Turismo e as secretarias estaduais da região da Mantiqueira. A parceria tem o objetivo de transformar e promover o destino em um dos principais roteiros turísticos nacionais, a partir da integração da governança interestadual de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. A cerimônia marcou o segundo dia da Semana Nacional do Turismo, que está sendo realizada na capital mineira até a próxima sexta-feira (06).

Em seu discurso, Álvaro Antônio destacou a necessidade de ações como essa para a transformação do Turismo no país. “Com essa iniciativa inédita, queremos fazer com esses circuitos uma promoção mais efetiva, dar uma visibilidade maior e transformar o destino Matinqueira em um dos mais importantes do país. Eu acredito que nessa integração, a convergência de ideias vai ser fundamental para o desenvolvimento do setor no estado. Coloco o Ministério do Turismo à disposição para que possamos trabalhar juntos, gerando um número maior de turistas, além de emprego e renda para a região”, finalizou.

O secretário de Turismo de Minas Gerais, Marcelo Matte, pontuou que o projeto dá ao local a oportunidade de mostrar a potencialidade do setor nestes municípios. “Representa uma promoção turística muito importante para a região que tem a vocação natural do turismo, e uma grande ferramenta de ativação econômica para Minas Gerais”, celebrou. 

Presente na cerimônia, o secretário estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Otávio Leite, destacou a importância da integração dos três estados. “A preciosidade destes atrativos que compõem a serra da Mantiqueira é algo indiscutível. Eu tenho certeza que nós precisamos divulgar essa possibilidade das experiências. Nós vamos formatar o máximo possível para que esse cluster celebre cada vez mais conquistas. Contem com o Rio de Janeiro”.

Representando o secretário estadual de Turismo de São Paulo; o secretário-executivo da Pasta, Marcelo Costa, parabenizou o Ministério do Turismo pela boa iniciativa. “É maravilhosa. Apesar de todo o nosso potencial, São Paulo não é reconhecido como destino turístico pelos próprios paulistas, nem pelos brasileiros. Temos grande diversidade turística, como é o caso da Mantiqueira, e a iniciativa é fundamental e totalmente coerente com a nossa proposta. Estamos próximos de um trabalho muito bom. Contem conosco”, finalizou.

 POTENCIAL – A Mantiqueira é uma região integrada composta por mais de 100 cidades e três estados brasileiros – São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em razão de sua localização estratégica, a região reúne incontáveis atrativos turísticos para todos os gostos, com roteiros gastronômicos, rurais, religiosos, culturais, ecoaventura, entre outros. A região foi reconhecida pela revista Science 2015 como a 8ª área mais insubstituível do planeta. A região conta com um grande mosaico de Unidades de Conservação, considerado o maior da região Sudeste.

Fazem parte do roteiro os Circuitos das Águas, das Águas Paulista, Caminhos da Mantiqueira, Serras de Ibitipoca, Serras Verdes, Terras Altas da Mantiqueira, Trilha dos Inconfidentes e Mantiqueira Paulista. A região conta com mais de 1.600 hotéis, com 80 mil leitos e 2 mil restaurantes distribuídos por uma extensão de mais de 500 Km.

Edição: Cecília Melo 

 

Fonte oficial: Ministério do Turismo

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Locomotiva Viagens. Lembramos ainda que o Locomotiva Viagens é um site jornalístico, que apenas divulga as promoções de passagens aéreas, ele não vende nenhum produto ou serviço. Você deve comprar na empresa de sua preferência, sempre observando as regras de cada passagem.